Brasíia (DF)

A arrecadação dos impostos e contribuições pela Receita Federal bateu em abril recorde para o mês: R$ 59,754 bilhões. Isso representa 11,44% a mais do que o arrecadado em abril do ano passado, quando a Receita, descontada a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), somou R$ 53,618 bilhões.
No acumulado do ano, a arrecadação somou R$ 221,495 bilhões, 12,56% a mais do que nos quatro primeiros meses de 2007.

Esse crescimento ocorreu sem a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que foi extinta a partir de 1º de janeiro de 2008. Segundo a Receita, o resultado está ligado principalmente ao aquecimento da economia, que tem impulsionado as vendas, e à massa salarial.

O líder do PT na câmara dos deputados, Maurício Rands (PE), disse ontem que a divulgação da arrecadação não comprometerá a luta dos governistas e a busca de apoios para a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).