Uma das mais tradicionais de Tubarão, com 58 anos de existência, a Rádio Santa Catarina passa por um momento de grande transformação. Desde a última quarta-feira (26) virou Rádio Nativa FM.

Com isso, é a primeira AM da Cidade Azul a migrar para FM. A migração de uma faixa para outra proporciona, entre outros benefícios, maior qualidade na transmissão e exploração dos negócios com melhor eficiência.

A Rede Nativa possui emissoras em todo o país. A de Tubarão é a primeira a oferecer programação jornalística, o que poderá servir de protótipo para as outras. “Estou em um novo projeto que pode virar pioneiro no Brasil”, afirma o comunicador Arilton Barreiros e um dos ex-proprietários da Santa Catarina.

“A Nativa está transmitindo em 88.5 FM e em 1210 AM. No dia 30 do próximo mês, cessa definitivamente o AM”, explica. Isso faz parte de uma transição determinada pela Anatel.

Arilton, que esteve à frente da Super Santa por décadas, no desempenho de inúmeras atribuições, assumiu o comando do jornalismo, das 6 às 8h, convidado pela nova direção. “Sinto-me realizado em continuar fazendo parte de um projeto o qual me dediquei muito durante anos e agora passa para as mãos de pessoas que desejam fazer algo de positivo para a cidade. Os tempos são outros e há grandes mudanças. Cumpri minha parte”, enfatiza o comunicador.

O novo endereço da Rádio Nativa FM é no Praça Shopping, na avenida Marcolino Martins Cabral, no primeiro piso. O proprietário chama-se Irineu Machado, um empresário de grande renome da cidade de Joinville. O gerente da emissora em Tubarão é Lúcio Mauro, radialista conhecido no Estado.

Processo de migração
– Em 2014, a Rádio Santa Catarina solicitou a migração de AM para FM
– No dia 2 de janeiro de 2020, o Grupo Irineu de Comunicação, responsável pela Rede Nativa FM, assumiu por completo a emissora
– Em 22 de abril deste ano, a emissora começou sua fase experimental na nova frequência FM 88.5. A estreia ocorreu na última terça-feira (26)

História da Rádio Santa Catarina
Fundada em 2 de fevereiro de 1962, a JK Rádio Santa Catarina teve como primeiro gerente e proprietário João Augusto Kuerten, que a comandou até 1974. Nesta data, a transferiu para o grupo da Rádio Canoinhas com sede em Florianópolis.

Em 1982, o grupo Soratto adquiriu as cotas da emissora. Em 1990, Clóvis Rogério assumiu 90% das cotas, junto com seu irmão César Rogério, ficando Soratto com 10%. Em 1994, Arilton Barreiros adquiriu esse último valor.

O comunicador atuou na Rádio Santa Catarina como gerente até 31 de dezembro de 2019. Foi quando o Grupo Irineu de Comunicação, responsável pela Rede Nativa FM, a assumiu por completo.

A sede da Santa Catarina iniciou na Padre Geraldo Spettmann e, depois, na rua Lauro Müller, altos do Edifício União, onde ficou até 1974. Após foi transferida para as margens da SC-370, no bairro Humaitá de Cima, onde permaneceu até recentemente.

Arilton Barreiros foi homenageado com uma placa pela nova direção da Rádio Nativa FM