Vacinação Contra Gripe - PitanguinhaFoto:Marco Antônio/Secom

A cobertura vacinal em Santa Catarina, a menos de uma semana do fim da 22ª Campanha de Vacinação contra a gripe, está em 74%. A meta é imunizar, ao menos, 90% do público-alvo, no entanto, do total de 2.674.128 pessoas dos grupos prioritários, somente 1.979.957 tomaram a dose. A campanha termina na próxima terça-feira, dia 30 de junho.

A gerente de imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), da Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES), Lia Quaresma Coimbra, ressalta que esses números causam preocupação, ainda mais agora com a chegada do inverno. “Por enquanto, as temperaturas ainda estão altas, mas o frio deve chegar em breve e as baixas temperaturas fazem com que as pessoas fiquem mais em ambientes fechados, facilitando a disseminação do vírus influenza. Por isso, é tão importante que o estado alcance a meta de vacinação, para evitar casos graves, possíveis internações e mortes por gripe”, explica a gerente.

Importante lembrar que a vacina contra a gripe não imuniza contra o coronavírus, mas é uma importante ferramenta em tempos de pandemia, pois facilita o diagnóstico da Covid-19, já que os sintomas das duas doenças são bem parecidos. A vacina contra a gripe protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado que são: influenza A (H1N1); influenza A (H3N2) e influenza B e não causa a gripe, pois é fabricada com vírus morto.

Dentre os dezesseis grupos prioritários da campanha, alcançaram a meta de vacinação somente os grupos: dos idosos (125%), dos trabalhadores da saúde (105%), da população privada de liberdade (96%) e dos funcionários do sistema prisional (98%). Todos os demais ainda estão abaixo da meta de 90% estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS).

Doses recebidas

Santa Catarina já recebeu, desde o início da Campanha de Vacinação, 2.706.200 doses, o que equivale a 101% do total de vacinas necessárias para imunizar toda a população dos grupos prioritários.

Histórico de recebimento de doses

1ª remessa (16/03): 307.600
2ª remessa (23/03): 156.000
3ª remessa (26/03): 228.000
4ª remessa (02/04): 173.600
5ª remessa (08/04): 164.000
6ª remessa (14/04): 140.000
7ª remessa (16/04): 148.000
8ª e 9ª remessas (20/04): 304.000
10ª remessa (30/04): 152.800
11ª e 12ª remessas (04/05): 432.200
13ª remessa (12/05): 300.000
14ª remessa (02/06): 200.000

Total de doses: 2.706.200 doses