#Pracegover Foto: na imagem há uma cruz e tecidos roxo
#Pracegover Foto: na imagem há uma cruz e tecidos roxo

A Quaresma tem início nesta quarta-feira (17), de Cinzas. Para os católicos, o período é de preparação para a Páscoa. Nesta data, é iniciada a Campanha da Fraternidade, que neste ano traz como tema: ‘Cristo é a nossa Paz: do que era dividido fez uma unidade’ (Ef 2,14a) e o lema ‘Fraternidade e diálogo: Compromisso de Amor’. Nas igrejas da região de Tubarão, várias missas serão celebradas ao longo do dia.

A campanha da fraternidade é tradicionalmente realizada pela Igreja Católica em parceria com instituições cristãs desde a década de 1960. O texto-base é escrito por membros do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) e passa pelo aval da direção-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Conforme o padre Rafael Uliano, de Gravatal, este é um tempo de maior seriedade, mais oração e mais leitura da palavra de Deus. “Iniciamos a Quaresma pela imposição das cinzas. Não é uma bênção ou um remédio ou perdão para nossos pecados. A cerimônia ensina que somos pó e ao pó vamos voltar. Por isso, durante a vida, temos que sacudir o pó da maldade para que Deus, desse barro, formasse o homem novo, ressuscitado em Cristo. Toda a Quaresma é um tempo propício para a conversão. É um momento de puxar um pouco as rédeas de nossas distrações da vida e de gastar mais tempo com as coisas de Deus”, explica.

O texto da Campanha da Fraternidade desse ano menciona dados do Atlas da Violência de 2020. De acordo com a publicação, em 2018 “420 pessoas LGBTQI+ foram assassinadas, destas 164 eram pessoas trans. “Estes homicídios são efeitos do discurso de ódio, do fundamentalismo religioso, de vozes contra o reconhecimento dos direitos das populações LGBTQI+ e de outros grupos perseguidos e vulneráveis”, pontua o texto da Campanha da Fraternidade.

Quem vivencia este período, os 40 dias de jejum compreendem ao tempo do ano litúrgico de preparação para a celebração da Páscoa cristã. O Tempo da Quaresma termina na Quinta-Feira Santa na celebração da última ceia de Jesus Cristo com os seus apóstolos. Durante este período, a Igreja Católica propõe três práticas para os fiéis: a oração, a penitência e a caridade.

A Quaresma surgiu no século 4. O período de 40 dias é reservado para a reflexão e conversão espiritual. É o tempo em que os católicos se recolhem em oração e penitência para preparar o seu espírito. Em Roma, os fiéis começavam com uma penitência pública o primeiro dia, no qual eram salpicados com cinzas, atualmente, os fiéis são marcados com uma cruz na testa com as cinzas obtidas ao queimar as palmas usadas no Domingo de Ramos do ano anterior.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul