Tubarão

É no verão, na estação mais quente do ano, quando os corpos ficam mais à mostra que o reflexo no espelho pode começar a incomodar ainda mais. E isso pode ser um sinal de alerta. De acordo com a psiquiatra Julia Trindade, a imagem projetada no espelho reflete muito mais que o físico.

“Além de mostrar que a pessoa está um pouco ou acima do peso que gostaria de estar, com um fio branco ou uma sobrancelha falhada, a imagem reflete sentimentos e pensamentos que podem ser prejudiciais e causar problemas de saúde, tanto físicos como mentais”, destaca.

A psiquiatra alerta que se algo não estiver bem com a autoestima, pode ser que a pessoa comece a encontrar defeitos que não existam e crie complexos exagerados que induzam a seguir a “ditadura da beleza”. Julia diz ainda que quando a pessoa decide mudar algum aspecto da aparência, não há nada de errado nisso. No entanto, o que não pode, segundo ela, é viver em função desses modismos e ficar pensando no que os outros vão achar a seu respeito. “A insatisfação eterna com a imagem corporal é um transtorno psiquiátrico sério, chamado de dismorfia corporal. E o mesmo, quando está em estágio crônico tem como principais sintomas o mau humor, insatisfação constante, dificuldade em desempenhar tarefas, dificuldade de relacionamento, falta de iniciativa, prejuízo na capacidade criativa, inibição e timidez, entre outras sensações. Que fazem com que a pessoa se isole cada vez mais e permaneça em um estágio melancólico”, explica.

Em último grau, a dismorfia pode levar ao suicídio ou psicose. “Apesar de ser comum essa nossa cobrança interna em relação a vaidade, quando isso foge do normal e passa a trazer sofrimento é preciso ficar atento aos sintomas, pois o transtorno dismórfico é um problema sério e que pode e deve ser tratado. Para isso é importante lembrar que um corpo “perfeito” é um corpo, acima de tudo, saudável”, ressalta. Para completar a médica enfatiza: o projeto verão ideal é nos aceitarmos como somos e valorizar aquilo de melhor que existe na gente. Estar com a saúde mental em dia faz parte disso. E aí? O que você vê no seu espelho?