Zahyra Mattar
Tubarão
 
As dez empresas que concorrem na licitação, na modalidade menor preço, para a execução das obras referentes à segunda e à terceira etapas do Centro de Zoonoses de Tubarão apresentam hoje as propostas de preço.
 
É a última fase da licitação, iniciada no começo deste mês. Todas as concorrentes estão devidamente habilitadas e nenhuma apresentou recurso contra o resultado. Os envelopes de preço serão abertas às 16h30min, na secretaria de meios e documentos da prefeitura.
 
As empresas que pleiteiam a obra terão cinco dias úteis (até a sexta-feira da próxima semana) para contestar o resultado, se desejarem. Caso não haja recursos, o resultado final será homologado no próximo dia 31. A obras iniciam em fevereiro.
 
As obras desta fase do projeto estão orçadas em R$ 323.882,75. A prefeitura de Tubarão reservou R$ 250 mil no orçamento deste ano para construir a estrutura, cuja área ultrapassará 729 metros quadrados. O restante que falta também sairá dos cofres públicos.
 
A primeira fase do projeto está pronta desde agosto do ano passado. Hoje, mais de 100 cães estão abrigados nas nove baias construídas. A segunda e a terceira fases para a efetivação do centro compreende o aumento no número de baias para cães, a construção de um gatio e um espaço para animais de grande porte.
 
O Centro de Controle de Zoonoses
• O projeto físico existe desde março de 2009. Mas havia necessidade de readequar a parte estrutural ao local onde o centro será edificado, anexo ao horto municipal, no bairro Monte Castelo.
• A implantação do Centro e Zoonoses obedece a um termo de ajustamento de conduta, firmado entre a prefeitura e o Ministério Público, no ano passado. Apesar disso, a solução definitiva do problema gerado pelos animais de rua sempre foi prioridade do prefeito Manoel Bertoncini (PSDB).
• A segunda etapa da obra prevê a construção de uma novo canil, com 527,82 metros quadrados de área, um gatio com 30,93 metros quadrados e uma estrebaria com 45,60 metros quadrados.
• A terceira fase refere-se à parte administrativa, onde haverá uma sala de procedimentos, recepção, consultórios, sala de cirurgia e de eutanásia, banheiros e demais dependência para os funcionários (copa, cozinha, lavanderia), depósito, farmácia e sala de esterilização.