Imagem: Licença do Freepik

Tramita na Câmara do Deputado um projeto que institui crédito emergencial a motoristas de van para mitigar os efeitos da pandemia de Covid-19. A proposta é do deputado Zé Neto (PT-BA). Sem renda, muitos motoristas estão criando outras formas de ganhar dinheiro.

O texto condiciona o crédito à comprovada atuação como motorista de transporte complementar antes de 20 de março, quando o estado de calamidade pública foi reconhecido pelo Decreto Legislativo 6/20. O risco da operação das instituições financeiras será garantido pela União.

Segundo o projeto, os recursos poderão ser pedidos até o final do ano, seguidas algumas condições:
– limite de R$ 15 mil por beneficiário;
– taxa de juros de até 1,25% + Selic;
– prazo de até 42 meses para pagamento, sendo até 6 de carência.

A remuneração das instituições operadoras do crédito será definida pelo Conselho Monetário Nacional, que também definirá normas complementares.

Zé Neto ressalta que tanto a necessidade de distanciamento social quanto a perda de renda dos cidadãos afetaram o setor de transporte complementar de passageiros. “A medida é essencial para que os trabalhadores do setor possam sobreviver e manter sua atividade profissional durante a crise”, afirma.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Agência Câmara de Notícias