Caroline Carradore
Tubarão

Posicionado no meio da faixa de pedestre, o pequeno Júlio Silveira, 11 anos, orienta os motoristas a respeitarem as leis de trânsito na saída do colégio Aderbal Ramos da Silva, no bairro Santo Antônio de Pádua, em Tubarão. Com o auxílio da Guarda Municipal, o menino mantém uma postura séria, como se fosse um verdadeiro guarda de trânsito.

“Eles precisam parar o carro para os pedestres passarem”, ensina o aluno, que pensa em ser policial quando crescer. O estudante é apenas uma das 150 crianças que integram o projeto Travessia, promovido pela secretaria de segurança e trânsito da prefeitura de Tubarão. Criada em 2005, a ação visa treinar os alunos para atuarem em frente às escolas.

Antes da parte prática, todos recebem aulas básicas sobre sinalização e legislação no trânsito. Esse ano, o Travessia ocorre nas escolas Aderbal Ramos da Silva, Visconde Mauá (Oficinas), e João Paulo Primeiro (Aeroporto).

“O respeito, a cortesia, a solidariedade e a responsabilidade constituem os eixos determinantes da transformação do comportamento do cidadão no trânsito”, enfatiza a coordenadora do setor de educação para o trânsito da secretaria e responsável pelo programa Travessia, Jacyra Moreira Martins Machado.

Ação que faz a diferença
O fluxo de veículos é ainda maior no fim da tarde, momento da saída do colégio Aderbal Ramos da Silva, no bairro Santo Antônio de Pádua, em Tubarão. Sem semáforo no cruzamento entre a avenida Pedro Zapellini com a rua José Ferreira, o perigo é constante.

É nesse momento que entram em ação os “agentes mirins”. Munidos de coletes reflexivos e placas de Pare, quatro crianças revezam-se para que cada um tenha a oportunidade de conhecer e aprender na prática as leis de trânsito. Um guarda municipal supervisiona cada passo das crianças.

Em cada aula prática realizada, os alunos têm a oportunidade de aprender um pouco mais. “Sei que, mesmo na faixa, temos que esperar o carro parar, pois tem motoristas que não respeitam o sinal”, ensina, orgulhosa, a pequena Jeniffer Alves, 10 anos.

Lazer
Na semana passada, 50 alunos dos colégios Aderbal Ramos da Silva e Visconde de Mauá, integrantes do programa Travessia, participaram de uma tarde de lazer no Farol Shopping. “A ideia foi muito bem aceita pela comunidade e também pelos alunos, que se entusiasmaram com a atividade”, comemora a diretora do Aderbal, Iria Maria da Silva.

Avaliação
Os critérios para a escolha das escolas a integrar o projeto Travessia foram a localização, intensidade do trânsito e número de alunos. No processo de seleção, a preferência fica por conta dos alunos de 5ª a 8ª série do ensino fundamental.

Premiação
No fim do ano letivo, todos os alunos do projeto Travessia recebem um prêmio especial pelo trabalho desenvolvido, como passeios, coleção de livros e jogos educativos.