Karen Novochadlo
Laguna

Enquanto algumas pessoas mal se preocupam com problemas ambientais e sociais, moradores de Laguna conseguiram unir as duas causas. O desenvolvimento sustentável e a atividade social estão presentes na construção de um albergue com garrafas pet no município.

A Associação Cultural, Social e Terapêutica da Região da Amurel (Acustra) e a Associação de Moradores da comarca de Laguna reuniram arquitetos, engenheiros e profissionais da Unisul na elaboração deste projeto.

“A ideia é abrigar, na primeira fase do projeto, 30 pessoas. Vamos priorizar a alimentação, o repouso, a espiritualização e encaminhar às redes de serviços socioassistencias”, esclarece a coordenadora da Acustra, Andréa Prates Pacheco.

Até agora, foram coletadas seis mil garrafas para a obra. A meta é ultrapassar 15 mil até março, quando encerra a campanha. Postos de coleta estão localizados no Laguna Praia Clube e na sala da Acustra, no sambódromo. A mão-de-obra empregada será de pessoas condenadas a prestação de serviços a comunidade. O terreno do albergue ainda não foi definido.