O projeto é coordenado pelo fisioterapeuta Christian Prudêncio da Silva, da secretaria de saúde e assistência social, em parceria com a secretaria de educação e o empreendimento Balneário Paraíso das Águas
O projeto é coordenado pelo fisioterapeuta Christian Prudêncio da Silva, da secretaria de saúde e assistência social, em parceria com a secretaria de educação e o empreendimento Balneário Paraíso das Águas

 

Santa Rosa de Lima
 
Um projeto inédito, desenvolvido em Santa Rosa de Lima, confirma que ações direcionadas e de conscientização são capazes de fazer a diferença na vida das pessoas. Com o objetivo de traçar um perfil epidemiológico da população, 80 pessoas dispuseram-se a participar o projeto ‘Melhor Qualidade de Vida’.
 
Durante um ano, elas participam de atividades físicas, palestras e receberam diversas orientações do que poderiam fazer para levar uma vida mais saudável. Agora, 12 meses depois, o resultado surpreende até mesmo os idealizadores do projeto.
 
Todos os 80 participantes avaliaram que, em média, sentiram uma melhora de mais de 70% no quadro corporal. Para eles, o sono também melhorou em mais de 50%. Outro dado importante: todos diminuíram em até 23% a quantidade de medicamentos que ingerem diariamente, especialmente os anti-inflamatórios e analgésicos.
 
O setor da saúde também sofreu impacto por conta do projeto. O número de consultas por motivos de lombalgia e outras dores musculares diminui consideravelmente. Este diferencial é exatamente o que prega a saúde pública. Por isso, pretendemos transformar o projeto em um programa permanente no município”, antecipa a secretária de saúde da prefeitura, Marieta Oenning Bittencourt.