O novo ponto era solicitado há muitos anos pelos vendedores ambulantes. O ponto, em frente ao Itaú, oferece mais espaço.
O novo ponto era solicitado há muitos anos pelos vendedores ambulantes. O ponto, em frente ao Itaú, oferece mais espaço.

Karen Novochadlo
Tubarão

Os vendedores ambulantes, principalmente das carrocinhas de cachorro-quente, deverão trocar de ‘endereço’. A avenida Marcolino Martins Cabral não será mais o ponto dos comerciantes. Eles serão remanejados para a rua São Manoel, em frente à agência central do Banco Itaú, e para frente do Museu Willy Zumblick, na praça 7 de Setembro. O mesmo local onde atenderam durante o período natalino.
A transformação faz parte do projeto Praça de Alimentação. Seis carrinhos ficarão na São Manoel e outros sete em frente ao Museu Willy Zumblick, no recuo da parada de ônibus.
 

O local será provisório por seis meses. E alguns já falam da área como permanente. O proprietário da Hard Dog há 18 anos, Sebastião Padilha da Silva, 48, acredita que a medida beneficiará a todos. “Teremos mais espaço para colocar as mesas e os clientes ficarão mais confortáveis”, analisa.
O proprietário da Hamburdog, Alfredo Luiz Nunes, relata que os clientes gostaram do novo ponto, uma antiga reivindicação da classe. “Um outro pedido nosso é a instalação de um banheiro público. Nós mesmos poderemos fazer a manutenção”, garante.
 

Mas a medida não agradou a todos. “Nós concordamos em vir para cá, mas não há prioridade para posicionar os carrinhos”, lamenta Elizabeth de Souza Antunes, 54 anos, dona da Au Au Lanches. A reclamação dela é quanto à falta de critérios para a colocação dos carrinhos. Os que chegaram primeiro durante o período natalino ficaram com as melhores posições. E são justamente estes que estão há menos tempo no mercado.
No ponto em frente ao Itaú, deverão ser instalados mais dois postes para melhorar a iluminação. Também será colocada fiação elétrica em frente ao museu.

Benefícios
A mudança de local beneficiará os pedestres que transitam pela avenida Marcolino Martins Cabral, já que as calçadas ficarão livres. Entretanto, algumas mudanças serão realizadas no trânsito. A rua São Manoel terá o trânsito interditado permanentemente. Somente os táxis poderão trafegar, o que já ocorre desde o início deste mês. E estacionar no local será definitivamente proibido.

Vendas boas em 2010
As vendas do comércio no Natal deste ano cresceram 7,2% em relação ao ano passado em Tubarão. O levantamento foi realizado pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL).
 

No estado, o crescimento foi de 10,2%, segundo a Federação das CDLs (FCDL-SC). Os números registrados demonstram expansão do consumo da classe C. O aumento do número de empregos também motivou as compras. Roupas e calçados foram a preferência do consumidor, seguidos pelos eletrônicos.
No Brasil, as vendas realizadas na semana do Natal, entre 18 e 24 de dezembro, cresceram 15,5%, na comparação com a mesma semana de 2009. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio- Natal 2010, divulgados ontem.

Trocas de presentes
A semana depois do Natal geralmente é movimentada por causa das trocas de presente. Mas muitas pessoas resolveram estender o tempo de permanência nas praias e visitar as lojas somente depois do Réveillon. Esta é a expectativa da vendedora Thuany Vieira, 24 anos. “Não tivemos muitas trocas hoje (ontem) e o movimento das vendas foi similar ao do ano passado”, revela.
Para realizar a troca nas lojas, não se deve remover as etiquetas e apresentar a nota fiscal.