Professora Lusana Knabben Bento fez a explanação do projeto de revitalização do espaço. O objetivo é transformar a praça São João em uma grande área de lazer, aprendizado e cultura  - Foto:Max Alexandre/Prefeitura de Tubarão/Notisul
Professora Lusana Knabben Bento fez a explanação do projeto de revitalização do espaço. O objetivo é transformar a praça São João em uma grande área de lazer, aprendizado e cultura - Foto:Max Alexandre/Prefeitura de Tubarão/Notisul

 

Tubarão
 
O resultado de 12 anos de pesquisa e estudo em volta do projeto de revitalização do espaço histórico da praça São João, local onde o povoamento de Tubarão teve início, foi apresentado nesta semana pela direção da escola Francelino Mendes. O local fica a 800 metros da instituição.
 
O objetivo é transformar o espaço em uma grande área de lazer, aprendizado e cultura. A explanação foi realizada pela professora Lusana Knabben Bento, uma das idealizadoras do projeto.
 
Emocionada, ela lembrou a luta da comunidade escolar ao longo desses anos, em prol da revitalização do local. Para Lusana, é importante repassar às crianças, desde cedo, o conhecimento de sua terra.  “Conhecer a história das pessoas, de sua terra, de sua origem, traz cidadania e caráter”, considera.
 
O projeto foi elaborado pelos acadêmicos do 7º semestre do curso de arquitetura e urbanismo da Unisul, em conjunto com o professor Jony Coelho. Ele coordenou a ação e tornou possível transformar os anseios, ideias e rabiscos iniciais dos alunos e da comunidade em um projeto sólido.