O Projeto Costa Butiá está encontrando novas formas de continuar divulgando conhecimento sobre o butiazeiro, planta nativa do litoral de Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. No fim de maio, o Projeto lançou a história contada “O mistério do chapéu” no seu canal no Youtube.

Destinado ao público infantil, o vídeo narra a saga de Mariá, uma menina de Imbituba (SC) que tenta desvendar o mistério envolvendo um chapéu confeccionado há muitos anos na sua cidade, feito com folhas de uma árvore, também misteriosa.

A história narrada pela oceanógrafa Giseli Aguiar dá às crianças a oportunidade de conhecer de forma lúdica e divertida o artesanato com a palha do butiá, bem como a longa relação da espécie Butia catarinensis com a cidade de Imbituba. Também reforça a necessidade de cuidar da espécie, ameaçada de extinção em SC e criticamente ameaçada no RS.

“A iniciativa é uma ótima opção para entreter as crianças durante o isolamento social e uma grande oportunidade de reforçar esse fator histórico, ambiental e cultural de Imbituba, que estava sendo esquecido”, destaca Camila Amorim, Gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da SCPAR Porto de Imbituba, estatal que administra o Porto de Imbituba e responsável pelo projeto.

O Costa Butiá integra o Programa de Educação Ambiental da SCPAR e é executado pela empresa Acquaplan. Desde 2018 o Costa Butiá promove ações de resgate da cultura e do artesanato com a palha do butiazeiro, incentivando práticas conservacionistas da Mata Atlântica e complemento da renda da comunidade local através da capacitação de artesãos.

No ano passado, o Projeto já havia lançado a cartilha Butia catarinensis, que traz informações sobre a espécie, resgata os usos tradicionais do fruto e da palmeira, apresenta boas práticas para o manejo e a conservação da planta, bem como dicas para o artesanato tradicional.