Tubarão

Há um ano, foi inaugurado, no bairro Monte Castelo, em Tubarão, um lar de apoio às pessoas em situação de rua e às famílias em vulnerabilidade social. Neste tempo, diversas pessoas foram atendidas pela ação do Projeto João 3:16. Agora, os idealizadores da iniciativa, João Guilherme Lopes Pacheco e Jean Defrey sentiram a necessidade de abrir o espaço no centro da Cidade Azul.

De acordo com João Guilherme, a vinda para área central é porque o grupo de apoio poderá ficar mais próximo das pessoas em situação de rua. “No Centro, conseguiremos alcançá-los de uma melhor forma. Vamos buscar ajudá-los. Também queremos fazer um pacto com a sociedade. Muitas vezes, eles estão no semáforo ou nas praças porque não há uma casa de acolhida”, enfatiza.

A inauguração do espaço será neste sábado. Conforme João Guilherme, o número deste público no município tem aumentado significativamente. “Trabalhamos há seis anos com esta iniciativa e há um crescimento de moradores em situação de rua, o que nos tem assustado. Precisamos colaborar com”, pontua.

O Projeto 3:16 iniciou entregando alimentos aos mais necessitados na Cidade Azul e, com o passar do tempo, viu-se a necessidade da criação da casa de apoio. Quando inaugurada no Monte Castelo, o grupo de apoio atendia três vezes por semana, ofereciam banho, alimentação e, aqueles que quisessem eram encaminhados para uma clínica. A ação também atende as famílias em vulnerabilidade social.

Ele destaca que os voluntários encaminharam dezenas de moradores de rua para clínicas de recuperação nos últimos anos. “Fizemos um trabalho de triagem com a organização dos documentos e, se realmente a internação ocorrer, o projeto dará todo o suporte”, detalha.

O 3:16 conta com 25 voluntários e é mantido pela Igreja Assembleia de Deus Independente (ADI), com apoio de empresários e comunidade geral. Segundo João Guilherme, a iniciativa também acolhe crianças e realiza ações de impacto nos bairros.