Priscila Alano
Tubarão

Para combater a evasão escolar, melhorar o rendimento e a aprovação dos alunos, uma equipe multidisciplinar atuará da rede pública de ensino de Tubarão. O projeto de lei para implantar o programa de Combate à Evasão Escolar e Incentivo à Permanência na escola foi encaminhado à câmara de vereadores e será votado hoje. Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi sugerido pelo Ministério Público ao município.

Dados apontam que, em 2008, foram registrados 177 casos de evasão escolar, e no ano passado 209 casos. O promotor de justiça Osvaldo Juvêncio Cioffi Júnior está preocupado com o rendimento e a aprovação dos alunos que retornam à escola. “É necessário ter um atendimento especial para estes alunos. Com a implantação do programa, pretendemos reduzir o índice de evasão escolar no município”, aponta o promotor.

Neste segundo semestre, a equipe atenderá em apenas quatro escolas. O projeto prevê uma equipe para cada 50 mil habitantes. Desta forma, são necessárias duas equipes em Tubarão. Os critérios para escolher as escolas para integrar o programa neste ano serão: maior número de evasão, estrutura para colaborar com o programa e ficarem em regiões distintas da cidade.

O MP orienta que os profissionais integrantes da equipe devem ser do quadro efetivo da prefeitura.
O promotor realizará uma reunião na próxima semana com a equipe para definir o plano de trabalho. Também serão realizadas reuniões mensais para avaliar as atividades desenvolvidas.

Equipe começa a atender em agosto
De acordo com a diretora de ensino da prefeitura, Angelique Medeiros, a equipe multidisciplinar será composta por uma assistente social, uma psicóloga e uma pedagoga, todos do quadro permanente da prefeitura. Os profissionais atenderão na secretaria a partir do próximo dia 2. Neste ano, apenas uma equipe realizará os trabalhos. Em 2011, duas equipes farão os atendimentos.