Na tarde desta sexta-feira (4), nove professores da rede pública de ensino da região de Jaraguá do Sul embarcaram no Aeroporto Internacional de Curitiba. O destino: Leipzig, na Alemanha. A viagem é parte da finalização de um curso promovido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) que ensina a língua alemã aos professores.

Os professores participam do curso em caráter de oferta especial na UFPR, dentro do Parfor (Plataforma Freire). Eles são a primeira turma que começou esse projeto, em 2016, e vão finalizar esse ano. A terceira turma inicia nesse mês com 25 alunos. Ao todo, são 57 professores participando das três turmas.

A professora Clarissa Ritta Mileski enfatiza que o grupo é bem diversificado, tendo pessoas que tem o alemão como língua materna, colegas que iniciaram somente agora seus estudos e pessoas que, como ela, retomaram o aprendizado a partir de uma experiência no passado.

A coordenadora do curso, Catarina Portinho diz que cerca de 600 professores ensinam alemão nas escolas particulares, enquanto na rede pública são apenas 130, mesmo que o número de alunos seja muito maior na segunda rede.

E o objetivo do curso é justamente ampliar a oferta de professores com capacidades de ensinar alemão na rede pública, pensamento compartilhado pelos próprios professores.

“Temos muita vontade em propagar o ensino da língua alemã na região a fim de realizar pontes entre a cultura germânica da região e a cultura da atual Alemanha”, enfatiza Clarissa.

A professora Judite Fleming disse que a viagem é uma oportunidade única para os educadores aprenderem mais sobre o idioma e coletarem informações diretamente da Alemanha.

“O mais importante da viagem é aprender coisas de outros países que possam ser aplicadas em Jaraguá do Sul”, destaca.

A estadia na Alemanha vai até o dia 26 de janeiro, quando, segundo Clarissa, eles retornam cheios de energia para aplicar os conhecimentos aprendidos no Brasil.

“Nos sentimos agraciados pelo carinho e acolhimento que recebemos da UFPR e do Instituto Herder da Universidade de Leipzig”, relata a professora.

Já a coordenadora do curso ressalta que é muito gratificante fazer parte de um projeto com esse objetivo, mas também é necessário muita dedicação.

“A nossa ideia é fazer com que as outras turmas também vá a Alemanha”, diz.

O curso conta com o apoio das secretárias de educação de Santa Catarina, Jaraguá do Sul e Joinville e da embaixada alemã no Brasil. O Ministério das Relações Exteriores da Alemanha está ajudando a financiar a viagem dos alunos, que também recebe ajuda da UFPR, do Parfor e dos próprios professores.