São pequenos gestos que fazem a diferença! A professora Gabi Freire, 22 anos, da Escola Municipal Vereador Paulo Barenco, em Magé, Rio de Janeiro, identificou que seus alunos iam muito mal nas provas. O motivo? Nervosismo.

Isso mesmo! E para aliviar a tensão dos pequenos na semana de provas, na última sexta-feira, dia 28 de julho, ela fez uma ‘recepção incentivadora’, com mensagens positivas espalhadas pela sala, balões e até mesmo um suquinho de maracujá para acalmá-los, além de lápis e borrachas personalizados.

A ação da professora viralizou, chamando muita atenção pela empatia dela com os pequenos. O resultado disso? Várias provas gabaritadas! Os estudantes arrasaram!

“Bimestre passado tive alguns problemas em minha turma com o medo, o nervosismo pré-prova. O que influenciou negativamente alguns resultados. Esse bimestre, decidi começar de uma forma diferente! Meu conselho é: incentive, encoraje trabalhe a confiança e estima dos nossos pequenos os resultados vão aparecer!’, diz um trecho da publicação da professora em seu Facebook.

Identificando o problema

A professora relatou que os alunos iam muito mal, ao ponto de serem reprovados! Por exemplo, na prova de ciências, a nota mais alta da turma foi três — de um total de cinco — e, logo no início do ano, ela precisou aplicar um teste de recuperação.

“Um aluno já ficou tão nervoso antes de uma avaliação que chegou a vomitar, argumentando que o pai bateria nele se não melhorasse as notas. O problema é que os responsáveis não aceitam mais um resultado negativo, então assustam os filhos prometendo punições”, contou a professora em entrevista ao O Globo Rio.

Recepção incentivadora

Então, a tia Gabi entrou em ação para reverter esta situação! A estudante de pedagogia buscou na internet ações que pudesse aplicar na semana de prova e ajudar os pequenos a não ficarem tão nervosos e fez uma ‘festa pré-prova’!

“Eles saíram de lá pulando de alegria por terem ido bem na prova e contando aos pais os benefícios do maracujá”, disse.

Ao todo, a Gabi gastou quase R$ 20. Inicialmente, o plano era oferecer balas de gelatina ou chocolate aos estudantes, porém o preço a obrigou a seguir outro caminho.

Parabéns, tia Gabi! Temos certeza que o pequenos serão sempre muito gratos e boa prova a todos!

Fonte: O Globo Rio/Fotos: Reprodução/ Facebook Gabi Freire