A dona de casa Indianara Venâncio Goulart fez o cartão do SUS por causa das exigências do governo federal
A dona de casa Indianara Venâncio Goulart fez o cartão do SUS por causa das exigências do governo federal

Angelica Brunatto
Tubarão

 
O movimento na policlínica de Tubarão tem aumentado a cada dia. Isso porque, desde o início do ano, o Ministério da Saúde realiza campanhas para divulgar a obrigatoriedade do cartão do Sistema único de Saúde (SUS) em diversos procedimentos médicos.
 
A dona de casa Indianara Venâncio Goulart procurou recentemente a secretaria de saúde da prefeitura para fazer o documento. “Como é obrigatório, eu vim fazer o cartão”, conta.
 
Aproximadamente 200 pessoas procuram a policlínica todos os dias. “Esse aumento é proveniente do anúncio de que até os planos de saúde devem cobrar o documento dos pacientes”, avalia o auxiliar administrativo da secretaria de saúde da prefeitura, Anderson Alexandre.
 
Por enquanto, os planos não têm exigido o Cartão para os agendamentos de consultas. “Estamos aguardando uma posição da Agência Nacional de Saúde, que regulamenta o funcionamento dos planos”, revela o gerente geral da Unimed de Tubarão, Evandro Mezadri.
 
Mesmo sem a obrigatoriedade, a orientação de Evandro é que os pacientes façam o cartão o quanto antes. “Já orientamos os nossos clientes e pretendemos promover campanhas a respeito”, acrescenta o gerente. 
 
Por enquanto, o documento também não é exigido em agendamentos de consultas na rede pública de saúde. “Estamos cobrando apenas em exames de alta complexibilidade”, explica Anderson.
 
O início da exigência do cartão do SUS estava inicialmente programada para o mês passado, porém, o Ministério da Saúde adiou. Por enquanto, não há data oficial para que a determinação comece a valer.
 
Como fazer o cartão
Em Tubarão, o cartão do SUS pode ser feito na secretaria de saúde da prefeitura (na policlínica), das 7 às 17 horas. Os interessados devem levar RG, CPF e comprovante de residência. O documento é retirado na hora. Em caso de menores, os responsáveis devem levar também a certidão de nascimento. Por enquanto, quem faz o cartão do SUS recebe um pequeno pedaço de papel. O governo federal deverá enviar às prefeituras o substituto de acrílico, porém, não há data para que isso ocorra.
 
Todos devem ter
O cartão do SUS é obrigatório a todos os cidadãos brasileiros. O objetivo é formar um banco de dados nacional, com o histórico de cada paciente. Desta forma, será possível acessar as informações em qualquer município brasileiro. A meta do governo federal é que todos tenham o documento até 2014.