A alta no preço dos outros combustíveis fez com que o trabalho nas convertedoras de Tubarão dobrasse
A alta no preço dos outros combustíveis fez com que o trabalho nas convertedoras de Tubarão dobrasse

 

Karen Novochadlo
Tubarão
 
Com o aumento no preço dos combustíveis, previsto para os próximos dias, o GNV tornou-se uma opção ainda mais atraente aos consumidores. A expectativa dos proprietários de oficinas de conversão em Tubarão, é de elevar a receita em pelo menos 40% este ano. 
 
Hoje, o metro cúbico do GNV custa, em média, R$ 1,69, diante dos R$ 2,73 do litro da gasolina, e dos R$ 2,29 do litro do etanol. A economia do GNV é de aproximadamente 55% em relação ao etanol e 47%, quando comparado com o valor da gasolina. 
 
O proprietário da GCA, uma oficina de conversão de automóveis em Tubarão, José de Oliveira Trajano, está mais do que satisfeito com o movimento. Após o Carnaval, a procura já é 40% maior. “As vendas melhoraram no ano passado, quando o preço do etanol começou a crescer. A procura por orçamentos é alta também”, vibra. Os preços para a conversão também estão mais acessíveis.
 
Há dois anos, a modificação custava, em média, R$ 3 mil. Hoje, dependendo o veículo, é possível ter um serviço de qualidade por R$ 1,9 mil. A conversão para o GNV leva em torno de um dia e pode ser feita em qualquer tipo de carro. Atualmente, em Tubarão, existem apenas três empresas credenciadas para fazer este tipo de operação.
 
Quanto é a economia do GNV
Hoje, em Santa Catarina, existem quase 90 mil veículos convertidos para o GNV e 130 pontos de venda. Conforme os cálculos da SCGÁS, cada quilômetro rodado por um veículo movido a etanol custa R$ 0,314 (com o preço do etanol R$ 2,20), enquanto um com GNV gasta R$ 0,142 para percorrer o mesmo percurso. Na contramão dos poluentes veículos movidos a gasolina e diesel, o GNV tem a emissão de poluentes praticamente nula.