Uma tradição milenar celebrada pelos católicos, a Procissão do Senhor dos Passos reuniu neste domingo (3), uma multidão de fieis na Catedral Diocesana de Tubarão. O momento religioso representa os passos de Maria e de Jesus pelas ruas de Jerusalém.

Com a imagem de Nosso Senhor dos Passos e os personagens que representam as pessoas históricas do tempo da Paixão, a procissão teve início na Catedral, percorrendo as ruas da cidade. A imagem de Nossa Senhora das Dores saiu da Igreja Matriz, em Oficinas, até a Catedral.

Nosso Senhor dos Passos é um título de Jesus Cristo, uma invocação ao filho de Deus relembrando os momentos de sua paixão. É uma devoção especial na Igreja Católica dirigida a Jesus, relembrando o trajeto percorrido por ele na via dolorosa até chegar ao calvário.
A palavra Senhor quer dizer dono, aquele que tem o domínio e o poder sobre tal coisa. A palavra Passos, aqui, vem do latim e quer dizer Paixão, no passivo, no sentido de sofrimento. Portanto, esta invocação quer dizer: Senhor, dono, dominador do sofrimento. Ele se entregou livremente ao sofrimento pelos seus filhos.
Esta devoção está presente na Igreja desde a Idade Média. Ela começou quando os cruzados visitaram os lugares santos da cidade de Jerusalém, onde Jesus passou a caminho do monte Calvário. Quando voltaram à Europa, eles quiseram reviver a experiência espiritual da Via Crucis, sob a forma de Via Sacra, procissões, meditações, construindo capelas especiais dentro das igrejas. A devoção cresceu e, no século 16, foram fixadas as 14 estações da Via Sacra, fazendo memória aos momentos mais marcantes do caminho para o Calvário percorrido por Jesus.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Foto: Felipe Antunes Mendes / Pascom – Paróquia São José de Oficinas Tubarão