Um primeiro exame acusou a presença do novo coronavírus no idoso de 69 anos que morreu na terça-feira (17) em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A informação foi dada pelo prefeito Rodrigo Neves no Bom Dia Rio desta quinta (19).

O homem morreu no Hospital Icaraí  por choque séptico e pneumonia. Segundo o hospital, um enteado dele, que não foi atendido no local, veio de Nova York (EUA), com teste positivo, com quadro iniciado no dia 11 de março.

“O paciente, além da idade, possuía comorbidades que o colocaram no grupo de risco”, informa a unidade.

Ainda segundo o hospital, “o quadro do paciente evoluiu com insuficiência respiratória aguda, sendo imediatamente submetido à entubação orotraqueal e colocado em ventilação mecânica. Ele veio a óbito às 19h08 desta terça-feira (17)”.

Caso o resultado dê positivo, essa será a quinta morte pelo vírus no país.