Criciúma

Como era previsto pela Epagri/Ciram, pancadas de chuva com raios e trovoadas chegaram a Criciúma por volta das 16h40 desta terça-feira (15). Segundo o órgão, existe risco de ventania acima de 60 km/h, e pontos de chuva forte em um curto espaço de tempo. Existe, também, o alerta para queda de granizo em algumas áreas do Sul catarinense. O fenômeno acontece em razão de um deslocamento de frente fria no litoral sul do Brasil. Há ainda previsão de temporais na quarta e quinta-feira, dias 16 e 17.

Moradores de Içara, Balneário Rincão, Distrito de Rio Maina, e bairros Próspera, Centro e Michel, em Criciúma, relatam falta de energia no local.

Há registro de muitos raios no Sul de Santa Catarina, e a previsão da Epagri/Ciram é que a chuva possa totalizar de 30 a 60 mm de acúmulo. Ruas da região central, e até mesmo a rua Álvaro Catão, em Criciúma, registraram grande acúmulo de água.

A Rua João Cechinel, que dá acesso ao Hospital São José, ficou interditada por conta da água e de carros que ficaram no meio da via. Uma mulher chegou a ficar trancada dentro de um carro por conta da água em volta do veículo. Uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi acionada para retirá-la do local.

De acordo com a Secretária de Obras, Kátia Smielevéski, as regiões que tiveram maiores pontos de alagamentos na área Central foram Comerciário, Santa Bárbara, Parte do São Luiz e região dos hospitais. 

O Canal Auxiliar e obras adjacentes de vazão do canal trabalharam com quase 100% da capacidade, auxiliando no escoamento,mas devido ao grande volume pluvial, já citado, o fluxo dos bueiros e bocas de lobos nas ruas comprometeu a vazão. No Rio Maina, segundo o Intendente local, sem grandes ocorrências.