Tubarão

A casa de alvenaria sobre o terreno adquirido pelo estado para a construção do novo prédio do Presídio Regional de Tubarão, no bairro Bom Pastor, continua em pé. A estrutura já deveria ter vindo abaixo desde sábado, mas três colméias de abelhas africana literalmente expulsaram a equipe destacada pela secretaria estadual de segurança pública para fazer o serviço.
A intenção é remover a residência para adiantar o trabalho de terraplanagem do terreno, cujo edital de licitação foi lançado no dia 3 deste mês (a empresa escolhida será conhecida na próxima quarta-feira). Ontem à tarde, uma equipe do Corpo de Bombeiros de Tubarão foi acionada para dar fim às colméias. A demolição deverá começar hoje.

Conforme o cabo Diego Souza, é comum o bombeiro ser acionado por conta de abelhas ou voadores afins. Somente nesta terça-feira, por exemplo, foram oito chamados desta natureza na região de abrangência do batalhão. “Nosso primeiro conselho é que as pessoas entrem em contato com algum apicultor. O importante é que as pessoas não tentem remover a colméia, especialmente durante o dia, quando as abelhas estão em plena atividade”, recomenda.
O mais comum é exterminar os bichos com álcool líquido. A queda brusca na temperatura faz com que as abelhas morram rapidamente. “É muito comum isso ocorrer em escolas e locais altos. Por isso, é bom reforçar que as pessoas nos chamem ou a um apicultor”, ensina o cabo Diego.

Segunda etapa
O edital de licitação da segunda etapa das obras de construção do novo prédio do presídio já começou a ser feito. A informação é de Wilson da Silva, assessor do secretário estadual de segurança pública, Ronaldo Benedet. “Esta obra é prioridade e queremos agilidade em todos os processos. A intenção é lançar este edital entre o fim do próximo mês e o começo de abril”, confirma Wilson.
A obra foi dividida em três etapas. A primeira é da terraplanagem. A segunda refere-se às obras de engenharia básica (fundação do prédio, parte elétrica e hidráulica, entre outras) e a última, de CRC (concreto de alta resistência.