#Pracegover foto: na imagem há diversas pessoas,
#Pracegover foto: na imagem há diversas pessoas

O estande da Hipper Freios na 1ª Feira Brasileira do Nióbioteve a presença do presidente Jair Messias Bolsonaro e do ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, que conheceram de perto a altatecnologia da empresa na utilização do produto. A visita aconteceu no dia 8, na abertura do evento em Campinas (SP).

A Feira marcou ainda, a inauguração das novas instalações do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energias e Materiais do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Foram entregues também cinco novas linhas de luz no Sirius, acelerador de partículas brasileiro de última geração. A Hipper Freios, líder de mercadode reparação automotiva, participou da 1ª Feira do Nióbio a convite da CBMM – Confederação Brasileira de Metalurgia e Mineração.

O Brasil é o maior produtor do mundo de Nióbio e possui cerca de 98% da reserva global desse minério. “A ciência e tecnologia têm resultado todos os dias. Muitas vezes, as pessoas pensam que o investimento vai demorar 10 anos para ter algum retorno, mas ele retorna agora. A gente acabou de ver uma série de produtos já aplicando esta tecnologia no dia a dia, produtosque, inclusive, salvamvidas”, disse o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.

A referência da maior segurança para as pessoas foi feita pelo ministro após conhecer o Niobium Steel, disco da Hipper Freios produzido com Nióbio, elemento químico utilizado para fortalecer ligas de aço de produtos que exigem alta resistência e performance. O resultado é a máxima eficiência da frenagem. “Ao substituirmos o estanho pelo Nióbio tivemos um ganho em resistência termomecânica e dissipação de calor, com um aumento de vida útil muito significativo”, explicou Lucas Fenilli, engenheiro de materiais da Hipper Freios, aoapresentar o Niobium Steel aopresidente e aoministro.

Testes realizados no laboratório LINK, o mais conceituado para testes em discos de freio para montadoras, compararam discos com Nióbio aos convencionais. Os resultados comprovam uma grande diferença de desempenho. Veja as principaisvantagens:

Temperaturamáxima: Aquecemenos, diminuindo a fadiga do material. Como resultado, mantém suas propriedades mecânicas por mais tempo.

Resistência: Aumento na resistência do disco ao surgimento de trincas e ao seu rompimento.

Variação do coeficiente de atrito:Menor variação do coeficiente de atrito entre o disco e a pastilha, fazendo com que o pedal fique mais suave no momento da frenagem.