O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, participa do lançamento da Estratégia Nacional Integrada para a Desjudicialização da Previdência Social, no Supremo Tribunal Federal (STF)

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, teve resultado de exame positivo para covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Ele se submeteu a um exame e recebeu o diagnóstico ontem (26).

Segundo a assessoria do STJ, o magistrado, que tem 63 anos, não apresenta sintomas e continuará trabalhando de casa, em regime de quarentena. Dessa maneira, ele segue responsável pelo plantão do tribunal, no qual analisa pedidos urgentes, como liminares em habeas corpus, por exemplo. Noronha exerce a função até o fim da próxima semana, quando termina o recesso do Judiciário.

O STJ encontra-se em regime de trabalho remoto desde o início da pandemia, em março. As sessões de julgamento passaram a ser por videoconferência desde maio.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul