Tubarão

O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Mário César Aguiar, disse que a proposta da Unisul Soluções, de viabilizar projetos e serviços para as organizações privadas e públicas, é uma iniciativa que pode trazer benefícios tanto para as empresas quanto para a própria universidade. E destacou que o programa é a disposição da instituição de abrir suas portas para a parceria.

 A convite do presidente da Fiesc, a Unisul apresentou nesta sexta-feira a cerca de 100 empresários o seu projeto que contempla um complexo de produtos e serviços, criados por provedores de soluções, para resolver problemas e de organizações governamentais. O “Unisul Soluções é o reposicionamento da nossa universidade no contexto revolucionário mundial, procurando participar, ainda mais, da formação de geração que aumenta a renda e torne a nossa indústria ainda mais competitiva”, destacou o reitor Mauri Luiz Heerdt.

O encontro contou também com a presença de lideranças de outros setores, como da Base Aérea, de dirigentes de parques tecnológicos, diretores de empresas, como o presidente da Aurora, Mario Lanznaster, do vice-presidente regional litoral Sul da Fiesc, Alexsandro da Cruz Barbosa, e outras representações. “Estamos avançando para, cada vez mais, marcar a presença da Unisul nas organizações e cidades, no sentindo de melhorar a qualidade da produção, e, principalmente, a qualidade de vida dos cidadãos, enfatizou o reitor. Heerdt destacou ainda, a importância de se trabalhar a qualidade de vida como proposta preponderante e salientou que o Unisul Soluções tem esta meta.

O diretor da Agência de Inovação e Empreendedorismo da Unisul, professor Paulo Boff, salientou que é preciso derrubar muros entre universidades e o setor produtivo, para que as ações se conjuguem e viabilizem soluções. “A inteligência no Brasil está nas universidades, mas precisamos derrubar barreiras para o entendimento”.

Boff apontou o programa como um avanço no relacionamento entre universidades e organizações empresariais e públicas, observando que a instituição realizou pesquisas e trabalhos, inclusive junto à Fiesc, para detectar necessidades e, sem seguida, fez mapeamento das competências em seus cursos, onde atuam cerca de 1,5 mil professores.

O diretor mostrou o portfólio do Unisul Soluções, com incidência nas áreas de inovação e serviços de tecnologia industrial, serviços e tecnologia educacional e gestão de desenvolvimento regional e de negócios. “Estamos abertos à discussão e a negócios. O importante é que a Unisul aumenta, ainda mais, o seu entusiasmo com esta parceria, que ao longo de sua história, tem resultado em sucesso”, explanou o diretor da Agetec.