Na comunidade do Taió, a meta é recuperar as pontes já que há famílias isoladas.
Na comunidade do Taió, a meta é recuperar as pontes já que há famílias isoladas.

Tubarão

A enxurrada ocorrida há pouco mais de uma semana em Tubarão deixou um prejuízo de R$ 5.690 milhões. O valor é o resultado do relatório de Avaliação de Danos (Avandan), elaborado pela Defesa Civil do município. O documento já foi entregue para o governo federal, a fim de que a prefeitura consiga pleitear mais verba para poder recuperar o que foi destruído.

Só com a reconstrução e recuperação de pontes e pontilhões, o gasto previsto é de R$ 1,2 milhão. Outro R$ 1,6 milhão é necessários para arrumar as estradas do interior. No perímetro urbano, mais R$ 150 mil terão de ser empregados na recuperação de estradas e operações tapa-buraco.

Os estragos em prédios públicos – caso de postos de saúde e escolas – somam R$ 640 mil em prejuízos. Para a recuperação de áreas de deslizamento é necessário R$ 1,5 milhão. Já para reveter o desbarrancamento da margem esquerda do Rio Tubarão, no bairro Morrotes, será preciso de outros  R$ 600 mil.

No total, nove mil pessoas foram afetadas pela enxurrada em Tubarão. Cerca de 450 tiveram suas casas alagadas ou ameaçadas por deslizamento. Nesta semana, o prefeito Manoel Bertoncini  (PSDB) tentará uma audiência com o governador Raimundo Colombo (DEM), para pedir ajuda financeira. O estado já garantiu o repasse de R$ 50 mil ao município na semana passada.