No fim da tarde desta quarta-feira (30), foi lançado no Gabinete do Prefeito o Programa Limpa Fila. O secretário de Saúde, Fernando de Fáveri, apresentou o programa para servidores públicos da saúde, o prefeito Jorge Koch, o vice-prefeito Mário Coan e os vereadores, além de algumas pessoas da comunidade que estavam presentes. O objetivo do Programa Limpa Fila é diminuir o tempo de espera da população orleanense para realização de consultas especializadas, exames e cirurgias. O programa teve início no dia 24 de outubro e encerra no dia 31 de dezembro deste ano.

O Prefeito Jorge Koch apresentou o novo secretário de Saúde, Fernando de Fáveri, que assumiu o cargo no dia 10 de outubro, e também falou do esforço da Administração Municipal em poupar recursos para utilizar na saúde.

“Temos investido 23% do nosso orçamento na saúde. Mesmo assim percebemos cada vez mais que a demanda é muito maior que os investimentos feitos. Nem por isso a gente desiste, nem por isso vamos fracassar. A gente sempre conta com a colaboração dos vereadores. Eles têm sempre questionado e cobrado lá na Câmara e a gente sempre tenta responder. Agradeço toda a equipe da nossa administração. A Prefeitura repassou no início do mês de outubro R$ 65 mil e mais R$ 317 mil agora, quase R$ 380 mil para que nesses meses de novembro e dezembro a gente possa zerar a fila. Esse dinheiro é de economia, de gestão, de boa administração, dinheiro não desperdiçado e não roubado. Temos esses 380 mil em caixa, razão pela qual entregamos para a Secretaria da Saúde para que faça esse programa e até o final de dezembro possamos zerar todos os exames”, comenta Jorge Koch.

O secretário iniciou sua apresentação ressaltando que o Programa Limpa Fila vai resolver cerca de 95 a 98% dos problemas de média complexidade. “Tudo que vamos fazer segue o Sisreg (Sistema Nacional de Regulação) que é uma lei estadual que regulariza e regulamenta a saúde aqui no município, porque não é fura fila, é limpa a fila, de acordo com a sequência que foi entrado no sistema”, destaca Fáveri.

Depois o secretário explicou os motivos que levam às filas de espera do SUS. Ele citou esses pontos: tabela do SUS defasada, falta de prestadores para determinadas áreas, procura maior que a demanda fornecida pelo Estado/União, alto custo de determinados procedimentos, absenteísmo na marcação de consultas e exames, cultura da solicitação de exames e remédios.

O Programa Limpa Fila fará uso do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amrec (Cisamrec) aprovado pela Câmara de Vereadores de Orleans anteriormente. Através do Cisamrec será feita todas as compras dos serviços de saúde para o Programa Limpa Fila. O secretário Fernando de Fáveri destacou que até o fim de dezembro serão contempladas 2.357 pessoas com consultas, exames e cirurgias.