Wagner da Silva
Grão-Pará

Em sua primeira reunião após assumir o executivo de Grão-Pará, o prefeito Valdir Dacorégio (PMDB) anunciou que dará autonomia aos secretários e pretende instaurar o que chama de ‘o novo tempo’.

Acompanhado do secretário de administração e fazenda, Evaldo de Oliveira, e do chefe de gabinete, Rodolfo Bonetti, Dacorégio reuniu todos os funcionários a fim de esclarecer como comandará a prefeitura e ainda e o que é seu plano. “Significa uma forma de mudança, de como iremos administrar o município. Queremos desenvolver a cidade e mudar a visão da população sobre o que é a administração”, explica.

Entre as mudanças, o prefeito aponta a total autonomia aos secretários. Após a coletiva com todos os funcionários, foram realizadas reuniões individuais e setorizadas, onde Dacorégio já anunciou mudanças. Uma delas será o remanejamento de algumas pastas no início da próxima semana.

Na secretaria de transportes e obras, cujo comando será do vice-prefeito Estevão Ghizoni (PMDB), Dacorégio enfatizou a responsabilidade e os cuidados com as máquinas e veículos da frota. Também declarou que a “visita” de funcionários da pasta em bares, como já foi constatado, não será permitida. “Uma cena que não poderá mais se repetir, não será mais tolerada, é a passagem de funcionários da pasta em bares. Não será tolerada a ingestão de bebidas alcoólicas dos trabalhadores no expediente, especialmente daqueles que dirigem veículos da prefeitura”, pontuou o prefeito.

Levantamento de dados de cada secretaria é solicitado
O prefeito de Grão-Pará, Valdir Dacorégio (PMDB), solicitou aos secretários um levantamento completo da atual situação de cada pasta. Entre os pedidos, estão os relatórios, onde se explica qual o estado de conservação das máquinas e veículos da frota. Além deste, Dacorégio solicitou ainda um relatório minucioso da situação financeira da prefeitura.

Um dos pontos principais é saber se há contas antigas pendentes, qual a situação de convênios e contrapartidas feitas pela população à prefeitura ou ao governo do estado. Algo que preocupa o prefeito é a aquisição de um trator e a dívida com o INSS. “Quero o detalhamento sobre a real situação da aquisição do trator, alguns empenhos que foram cancelados e como está a dívida com o INSS”, declara.

Segundo o chefe de gabinete da prefeitura, Rodolfo Bonetti, na próxima semana uma equipe técnica de consultores deverá começar a prestar serviços à prefeitura. “O grupo auxiliará na busca de números e outras informações importantes para que se possa dar início ao grande projeto do ‘O Novo Tempo’, anunciado para Grão-Pará”, rechaça.