#Pracegover Foto: na imagem há uma pessoa, um carro e uma bomba de gasolina
#Pracegover Foto: na imagem há uma pessoa, um carro e uma bomba de gasolina

O maior preço médio da gasolina em Santa Catarina é de Palhoça, na Grande Florianópolis, de R$ 6,79 pelo litro do combustível. Os números foram divulgados na pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo (ANP). A proximidade com os R$ 7 preocupa usuários, mas de acordo com projeção do sindicato da categoria, durante o período de festas de fim de ano o preço pode se estabilizar e até reduzir no Brasil.

O vice-presidente do Sindicato de Postos de Gasolina da Grande Florianópolis, Joel Fernandes, explica que a redução do preço do combustível no Brasil está a cargo da Petrobras e do Governo Federal.

Segundo o sindicalista, a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) decidiu recentemente utilizar as reservas técnicas de petróleo e não comprar fora. Essa decisão fez o valor do barril de petróleo, que custava 85 dólares, ter uma queda para 67,44 dólares na quinta-feira (2).

— Quando você para de comprar o preço baixa. Agora, seria o momento certo para baixar o preço. Então, nesse momento nós deveríamos ter uma redução de preço, mas essa decisão depende da Petrobras, onde o maior acionista é o governo federal — fala Joel.

Já de acordo com Ivoneti Ramos, economista e professora de economia e finanças da Udesc, com o aumento natural de fluxo durante do final de ano, a reserva técnica utilizada pela SIMA pode não ser suficiente, o que pode causar um aumento do preço da gasolina se não houver equilíbrio.

— Pode ser que a reserva técnica apenas não atenda tudo o que ainda vai crescer de demanda, em função de fim de ano e férias. Então, é precisa estar atento a esse equilíbrio entre usar a reserva técnica e comprar o que for preciso do exterior — pontua a especialista.

Turismo em SC ganharia com redução dos preços de combustível

Para Joel Fernandes o preço do dólar e do euro pode incentivar as pessoas a ficarem no Brasil durante o verão e as festas de fim de ano. Como o valor da gasolina em Santa Catarina está barato em comparação com outros estados, mais turistas podem ser atraídos para o Estado nesse período.

— O turismo vai ficar 90% dentro do Brasil, e não vai ser o preço da gasolina que vai inviabilizar o turismo. A gasolina em Santa Catarina é uma das mais baratas do país, então, se depender disso, nós vamos ter mais turistas aqui — afirma o sindicalista.

De acordo com Ivoneti Ramos o cenário atual da economia pode dar brecha para que a gasolina reduza ou aumente o preço no início de 2022. Segundo ela, a média de preço para os meses de janeiro e fevereiro pode ser determinada pelo valor que encerrar o ano.

— Nos meses de janeiro e fevereiro, o país tem período de férias e com o avanço da vacinação, muitas pessoas planejam viajar internamente. Isso poderá ocasionar pressão sobre o preço, ou compensar a possibilidade de redução e o preço acabar mantendo o patamar que fechar ao fim do ano — explica a economista.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Com informações do NSCTotal