Todos nós temos memórias. Algumas nos motivam, emocionam e encantam. Outras nos ensinam, modificam. Toda memória é importante e rememorar isso é ainda mais. Esse é o propósito do livro interativo ‘Minhas Memórias Afetivas – dê de presente para alguém ou guarde-as para si’, que tem pré-lançamento marcado para esta quarta-feira (7).

Com cerca de 70 páginas totalmente interativas, a obra tem como objetivo fazer a pessoa arregaçar as mangas, pegar uma caneta e começar a contar a própria história por meio de suas memórias afetivas.

“Esse livro é para que você produza, curta o resultado e viva o momento. Mas acima de tudo, se sinta bem com tudo isso, porque foi o que eu senti quando vi ele finalizado. O valor que este material gera é único, significativo e personalizado”, descreve o escritor, pesquisador e professor, Mario Abel Bressan Júnior.

A segunda obra do autor, tem o propósito de levar o leitor a um mundo desconhecido, onde ele se tornará coautor da sua própria narrativa. Para divulgar a novidade, de um projeto diferente e emocionante, uma live de pré-lançamento será realizada a partir das 19h30, no perfil do Instagram do autor: @marioabelbressan

A obra permite ao leitor escrever memórias, contar segredos, revelar preferências, vivenciar momentos históricos e retomar a própria essência. O livro ‘Minhas Memórias Afetivas’ vem com a proposta de ser entregue como presente. Assim, após completar suas páginas, quem as preencheu poderá presentear outro alguém com suas memórias favoritas ou guardá-las para si, para o seu eu do futuro.

Além de anunciar e contar sobre a história deste novo projeto durante o pré-lançamento, Mario fará a revelação de uma novidade. Aqueles que garantirem um exemplar da obra ganharão um mimo para despertar uma memória afetiva única.

 

Memórias afetivas: a paixão

A relação do autor com o tema é profunda e vem desde a época que ele era pequeno, em sua ânsia de guardar seus pertences e rememorá-los tempos depois. Em sua primeira obra publicada, “Memórias Teleafetivas”, a partir de uma pesquisa inédita de doutorado, Mario buscou demonstrar a visão do telespectador e, através da evocação das memórias, descobriu um nicho ainda pouco relatado, o da memória afetiva.

Através de suas palestras, ele percebeu que os elementos que levavam a alguma rememoração, geraram diversas emoções e memórias nas pessoas. E foi aí que despertou uma outra vontade. “Quando percebi esse cenário, me perguntei: ‘por que eu não posso fazer um livro de memórias afetivas, já que isso mexe tanto com as pessoas?’. Em dezembro elaborei o projeto e vi condições no mercado. Janeiro comecei a produzir e em fevereiro já estava levando para as gráficas”, descreve o autor.

Com este lançamento, Mario assegura estar apenas no começo de um novo momento. “Esse é um trabalho diferente do outro, que era uma pesquisa baseada em conceitos, e métodos científicos. Esse é criativo, divertido e muito emocionante. É uma nova realização. E abrindo agora esse livro, eu tenho certeza que é o start para outros processos que vão vir, eu não quero parar por aqui. Quero ter outros projetos em relação à memória afetiva”, reafirma.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul