Tubarão

A prefeitura de Tubarão, por meio da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil e da Gerência de Trânsito, informou ontem que várias equipes foram às ruas atender ocorrências em virtude do forte temporal que atingiu a cidade na noite desta segunda-feira.

De acordo com o gestor-coordenador da Defesa Civil, coronel Djalma Alves, as equipes realizaram rondas nos bairros Oficinas, Santo Antônio de Pádua, Humaitá, Recife e outras áreas com pontos de alagamentos. “Pedimos que os motoristas fiquem atentos, pois há semáforos desligados e o trânsito fica conturbado, em especial na descida do ‘Morro do Canudo’. Tão logo a chuva pare, esperamos que tudo volte à normalidade. Estamos atentos e à disposição da população”, destaca.

Uma ocorrência foi registrada onde houve queda de galhos de árvores em uma residência, no bairro Humaitá de Cima, sem vítimas.

A Gerência de Trânsito também esteve com equipes nas ruas, principalmente devido à falta de energia e inoperância dos semáforos. Na avenida Tancredo Neves, próximo ao Posto Disney, uma das hastes do semáforo do cruzamento caiu com o vendaval. As equipes conseguiram fazê-lo funcionar provisoriamente.

A Guarda Municipal de Tubarão (GMT) esteve em vias onde os semáforos ficaram sem energia, interditando alguns cruzamentos e sentidos, sinalizando e mantendo as viaturas e homens nos pontos com maior movimento.

De acordo com a equipe da Celesc, após o temporal aproximadamente 50 mil clientes ficaram sem energia elétrica na Amurel. Neste momento, já reduziu para menos de 30 mil, cerca de dez mil em Tubarão, sem previsão de retorno.

“Reiteramos a orientação de que a Defesa Civil seja acionada, pelo número 199, no caso de ocorrência de algum problema causado pelo temporal e que a população necessite de auxílio”, orientou Djalma.

Em caso de emergência, saiba quem chamar:
192 – Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência): problemas cardiorrespiratórios, intoxicação, queimaduras graves e choques elétricos, ocorrência de maus-tratos, trabalhos de parto, crises hipertensivas, acidentes com produtos perigosos, transferência inter-hospitalar de doenças com risco de morte.

193 – Corpo de Bombeiros: acidentes de trânsito em geral, agressões, quedas, queimaduras e soterramentos. Incêndios, vazamentos de gás, produtos químicos e acidentes com animais também podem ser atendidos pelos bombeiros.

199 – Defesa Civil: previne, socorre, assiste e ajuda na recuperação da população em caso de desastres como alagamentos, inundações, desabamentos, quedas de árvores, incêndios e explosões, deslizamentos, rupturas de vias públicas, entre outros.

191 – Polícia Rodoviária Federal: ocorrências em rodovias federais.

198 – Polícia Militar Rodoviária: ocorrências em rodovias estaduais.

190 – Polícia Militar: atende em casos de riscos, ameaças contra a vida, denúncia de roubos, atentados e proteção pública.