A desatracação do navio Lowlands Erica do Porto de Imbituba, na manhã desta terça-feira (9), marcou a conquista de um novo recorde operacional histórico de embarque de granel sólido em uma instalação portuária no estado de Santa Catarina. A operação de carregamento foi realizada no atendimento ao navio Lowlands Erica, que desatracou com 119.768,51 toneladas de minério de ferro de exportação para a China. Esta é a quarta vez em 2020 que o porto supera seu recorde operacional, figurando entre os maiores embarques do sul do Brasil.

O navio Lowlands Erica integra a classe dos grandes graneleiros, do tipo capesize. Foi construído em 2007 e navega com bandeira do Panamá. Com 288 metros de comprimento e 45 de largura, deixou o porto com 13,5 metros de calado, distância da linha d’água até a parte mais baixa da quilha da embarcação. O agenciamento do navio foi realizado pela Friendship e a empresa Imbituba Logística Portuária (ILP) foi a operadora portuária responsável pelo embarque.

“Apesar do contexto global de crise sanitária e de dificuldades econômicas, temos visto e trabalhado ativamente, em parceria com a Comunidade Portuária de Imbituba, o desenvolvimento de novos negócios para Santa Catarina, a aplicação de melhorias que trazem agilidade às operações, e a utilização da capacidade operacional e estrutura marítima do porto”, avalia Jamazi Alfredo Ziegler, diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Autoridade Portuária.

O minério de ferro embarcado no porto tem origem em Imbituba, a partir de um processo industrial de uma extinta indústria carboquímica do município. O produto é utilizado na produção de aço, tintas, entre outras aplicações. Este é o quinto navio de um projeto de exportação que reiniciou em dezembro de 2019.