O primeiro passado para o início da esperada construção da ponte entre Tubarão e Capivari de Baixo foi dado nesta sexta-feira (7): a montagem do canteiro de obras.

Para que a empresa responsável pelo trabalho, a Traçado Construções e Serviços, possa iniciar os preparativos à obra de fato, a primeira etapa é de responsabilidade do Departamento de Planejamento Urbano da Prefeitura de Capivari.

Um Flamboyant de cerca de dez metros de altura precisa ser removido. Nesta sexta-feira (7) foi feita a poda da árvore, uma espécie nativa da Mata Atlântica.

O processo é acompanhado pela engenheira agrônoma Cariny Figueiredo, responsável técnica pelo procedimento. Confira no vídeo abaixo:

O próximo passo é o transporte da planta para o Parque Ambiental Encantos do Sul, a cerca de dois km de onde está atualmente.

Por fim será feito o processo de conservação do Flamboyant, algo que pode levar até 30 dias para ser concluído. Há outras poucas árvores no trajeto da futura ponte, mas nenhuma nativa.

A ponte Prefeito Stélio Cascaes Boabaid, que ligará Capivari de Baixo e Tubarão pelos bairros Santo André e Passagem, respectivamente, será construída pela Traçado Construções e Serviços LTDA., de Erechim (RS).

A empresa gaúcha venceu a licitação com a proposta de R$ 18.663.163,86 – o valor máximo global do certame era de R$ 20.564.554,60. A obra será paga com recursos exclusivamente do Governo do Estado.

A Traçado tem quase 27 anos de mercado e, recentemente, construiu a Ponte Paulinho May, em Tubarão.

A ponte terá 200 metros de extensão e 24 metros de largura, com pista dupla, ciclovia e passarela para pedestres.

A estrutura será construída sobre o rio Tubarão, nas proximidades de onde há a linha férrea, no final da avenida Marcolino Martins Cabral, em Tubarão, e da avenida Paulo Santos Mello, em Capivari de Baixo.

 

Novo anel viário
Com a construção da ponte Prefeito Stélio Cascaes Boabaid, a Prefeitura de Capivari de Baixo iniciará a revisão do planejamento urbano no entorno da cabeceira da estrutura, no bairro Santo André.

A ideia é criar um novo anel viário de acesso à região central da cidade e à BR-101, deixando o trânsito com mais fluidez e segurança.

Já existem alinhamentos para que a CCR ViaCosteira, concessionária que administra o trecho Sul da rodovia federal, construa uma ponte na marginal da BR-101.

Isso possibilitará mais um canal de trafegabilidade nas proximidades da passagem entre as cidades-irmãs, via avenida Paulo Mello.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul