Cíntia Abreu </b.
Tubarão

Quem passa pelo bairro Dehon, nas proximidades da Unisul, deve ter observado que o campus de Tubarão ganha novas formas. As paredes do Centro de Convivência já começaram a ser levantadas, como também, a colocação do piso emborrachado, das quadras poliesportivas. “Nesta segunda-feira (hoje), os trabalhadores começam a instalação das grades nas laterais das quadras”, anuncia a diretora do campus de Tubarão, Milene Pacheco Kindermann.

Ela destaca ainda que a expectativa pela finalização das quadras poliesportivas é muito aguardada, principalmente pelos alunos do curso de educação física. “Toda a comunidade acadêmica acompanha com entusiasmo nosso progresso”, acrescenta a diretora do campus.

Estas ações fazem parte do Plano Diretor da universidade, e começaram no ano passado. As reformas visam organizar a estrutura do campus já que o local foi ocupado deliberadamente e, com o passar dos anos, criaram-se algumas dificuldades para a própria universidade. “Obras sempre terão, mas, estas, realmente são as que garantirão o progresso da Unisul”, observa Milene.

Os trabalhos de restauro do prédio histórico já iniciaram. Porém, explica a diretora, esta parte deve levar mais tempo para a finalização, mesmo porque o trabalho é detalhista. “A primeira etapa fica pronta no próximo ano, em julho. E o trabalho completo estará finalizado em 2014”, confirma Milene.

O Plano Diretor da Unisul prevê também um sistema de aproveitamento e tratamento da água da chuva em todos os prédios da universidade. Cerca de R$ 18 milhões serão investidos nas obras. Deste total, R$ 4 milhões são da própria universidade, R$ 7 milhões de outros investidores e mais R$ 7 milhões através da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura (MIC).