Zahyra Mattar
Laguna

Mais uma das três licitações para a implantação da SC-100, entre Laguna e Jaguaruna, com um ramal para o Farol de Santa Marta, já tem resultado. A Prosul – Projetos, Supervisão e Planejamento será a responsável pela execução de serviços de coordenação, supervisão, controle e de subsídios à fiscalização de obras na futura Interpraias.

Duas empresas participaram. A Prosul venceu a concorrência tanto em nota técnica (recebeu 97,84 pontos contra 89,47 obtidos pela Engevix Engenharia) quanto em preço. Esta parte da obra estava avaliada em R$ 2.623.529,97 e a vencedora fará o trabalho por R$ 2.492.353,44.

Em paralelo, segue ainda o certame referente à escolha da empresa que irá elaborar o Plano Básico Ambiental, exigido pelo Instituto Chico Mendes (ICM-Bio) à liberação da obra. Duas empresas participam: novamente a Prosul e a MPB Saneamento.

O edital foi lançado em julho, mas até agora não tem nem o resultado da habilitação das concorrentes definidos. Isto é aguardado para os próximos 15 dias. A corrida para finalizar as análises técnicas é por uma questão de prazo.

A meta do estado é iniciar as obras nos dois lotes ainda este ano. Contudo, é preciso o resultado dos três certames para a emissão da ordem de serviço. Mas como a concorrência deverá levar, possivelmente, mais um mês para ser finalizada, é dúvida se a obra poderá mesmo ser inicia ainda neste ano.

Empresas que farão a pavimentação já foram escolhidas
No mês passado foi anunciado as vencedores para a execução da pavimentação dos dois lotes da SC-100. A empresa Setep, de Criciúma, será a responsável pela execução do serviço de asfaltamento do trecho de 15,540 quilômetros entre a balsa, em Laguna, e a Barra do Camacho, em Jaguaruna. O valor do trabalho ficou em R$ 20.929.047,40.

Já a A. Mendes, de Gravatal, terá a missão de pavimentar, com paralelepípedos, os 2,280 quilômetros de acesso ao Farol de Santa Marta, em Laguna. O valor licitado foi de R$ 2.770.115,66. A previsão de término dos serviços em ambos os lotes é de um ano.

Ainda não está definido de onde a obra começará, se na parte da balsa ou se na Barra do Camacho. Esta parte da obra contará com a elevação do leito da estrada em mais de um metro de altura, acostamento lateral, pista multiuso para pedestres e ciclovia com 2,5 metros de largura de um lado e de 1,5 metro do outro.

A interpraias
A SC-100 é um dos trechos integrantes de um projeto muito antigo do governo do estado: a efetivação da chamada rodovia Interpraias. O projeto visa interligar o litoral sul catarinense por uma rodovia turística, entre Laguna e Passo de Torres, na divisa com o Rio Grande do Sul.

O projeto foi dividido em cinco lotes. O primeiro a ficar pronto foi o trecho 4: a estrada do Camacho, cuja inauguração ocorreu em outubro do ano passado. O segundo será a parte referente a Laguna (trecho 5). Os três primeiros lotes não têm previsão de quando serão feitos.