A passarela construída em Tubarão (em frente à Unisul) terá a instalação de piso podotátil, como já estava previsto no projeto da estrutura. O material emborrachado servirá para a orientação de de deficientes visuais, na área de contemplação da travessia, onde a estrutura se alarga.

Nesse local, as muretas de proteção, que também servem como guia aos deficientes visuais, deixam de demarcar uma linha reta, onde serão substituídas pelo piso especial, até o ponto em que a estrutura volta a ter a largura inicial.

Houve atraso na colocação do material. Em função disso, o secretário municipal de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento, Marcone Joaquim, conversou nesta quinta-feira (27) com o gerente da empresa Araújo Construções, responsável pela construção da passarela.

A empresa entregou a obra no dia 30 do mês passado, com o compromisso de instalar a complementação de piso podotátil nas semanas posteriores.

A empresa justificou que teve problemas com a fornecedora do material, que é de São Paulo, e atrasou o envio das peças. Uma solução para a questão é esperada para os próximos dias.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul