Tubarão

Para identificar o perfil do cliente do comércio de rua de Tubarão, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) promoveu uma pesquisa realizada pelos estudantes do curso de Gestão do Conhecimento, no bacharéis de Administração, orientados pelo professor Valter Schmitz e assessoria técnica de Rafael Mayer, da Unisul.

O presidente da CDL, Harrison Marcon Cachoeira, avaliou o resultado como fundamental para dar uma diretriz ao comércio de rua da Cidade Azul, considerando os dados inéditos também, para o setor varejista brasileiro.  “É um tipo de pesquisa que não temos conhecimento de ter sido feita no cenário varejista do país, oferecendo parâmetro exclusivo que irá certamente oferecer um novo conceito para todos os empresários lojistas”, pontua.

A pesquisa segundo Harrison, pela sua base de sustentação, sua abrangência e indicações abre um leque de possibilidades ao setor varejista e cada empresário poderá identificar as suas ações direcionadas ao seu setor e aplicá-las da melhor forma, agregando valor a cada negócio. 
 

Características

Conforme o professor Valter Schmitz, a pesquisa atingiu uma mostra significativa de entrevistados e, pelas características e localização regional, foi criada uma metodologia baseada em tecnologia que permitiu ampliar o leque de atuação. Segundo ele, foram estabelecidos parâmetros de concordância e discordância plena, a qual facilita a adoção de técnicas de automação de respostas. “Servimos de uma plataforma livre, disponível em qualquer site especializado e aproveitamos os bancos de dados da CDL e FCDL e de pessoas que compraram no comércio de Tubarão nos últimos dois anos e a elas direcionamos a pesquisa. Foram obtidas quase 900 respostas”,conta Schmitz.

De acordo com o profissional de educação, desta forma, foi possibilitado que se conseguisse resultados interessantes garantindo o objetivo estabelecido pela direção da CDL, que era de identificar o perfil do cliente do comércio de rua de Tubarão. “Fomos muito além disso, conseguindo o perfil exato de quem compra no comércio neste exato momento”, observou.

A pesquisa foi feita de forma geral, mas aponta para questões específicas para cada setor e isso segundo Valter, caberá a cada empresário identificar as ações para o seu segmento, potencializando o seu negócio. A pesquisa sustentou-se no conceito estratégico do 4PS: produto, preço, ponto de distribuição e promoção.

Para Schmitz, tanto a CDL enquanto instituição associativista, quanto o poder público ganham um instrumento pronto para gerar estratégias de ações para incrementar a atividade comercial e oferecer melhorias nos espaços públicos.
 

Festival de Prêmios de Tubarão dará R$ 30 mil em certificados em barras de ouro
 

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Tubarão, já tem formatado a edição de 2019 do Festival de Prêmios que, nesse ano sorteará na véspera do Natal três certificados de R$ 10 mil cada em  barras de ouro. Além disso, a campanha também fará o sorteio em datas especiais de 40 vale-compras no valor de R$ 300,00 cada.

No total o Festival de Prêmios da CDL Tubarão somará um prêmio de R$ 42 mil diluídos entre os três certificados e os vale-compras.  A campanha do Festival de Prêmios terá início no dia 2 de maio, com o primeiro sorteio no dia 23 daquele mês.  Para ter a sorte de poder concorrer e ganhar, o consumidor terá que fazer as suas compras nas lojas participantes que estarão identificadas por um cartaz. A cada R$ 100,00 em compras, o cliente tem direito a um cupom.

A meta da CDL para este ano com o Festival de Prêmios é superar a marca de distribuição de um milhão de cupons do ano passado.  “Com toda certeza trabalhamos com a expectativa de êxito e quem ganha realmente com isso são os clientes do comércio de rua de Tubarão, que ao realizarem suas compras têm a oportunidade de concorrerem aos prêmios ofertados”, garante o presidente da CDL, Harrison Marcon Cachoeira.