Tatiana Dornelles
Tubarão

A Páscoa este ano é dia 12 de abril, mas os trabalhos nas docerias de Tubarão iniciaram há mais de dois meses. A procura por ovos de chocolate também já é grande, apesar de muitos consumidores deixarem para a última hora. Mesmo com a crise, a expectativa é de boas vendas na data.
O proprietário da Cacau Show, em Tubarão, loja especializada em chocolates, José Roberto Caires, afirma que o movimento ainda não começou, embora já tenha vendido alguns produtos. “As pessoas têm pesquisado os preços. Mas ainda não existe o movimento de compra efetivo. Isso ocorre, geralmente, dez dias antes da Páscoa”, explica José Roberto.

Para dar conta deste grande movimento, quatro ou cinco funcionários temporários serão contratados para auxiliar neste período. A expectativa do dono da Cacau Show é dobrar ou triplicar as vendas em comparação com o ano passado.
“Este ano, temos lançamentos de produtos, além da linha tradicional. Os ovos têm uma venda expressiva. Será a nossa segunda Páscoa aqui e as expectativas são as melhores. Em comparação a 2008, quero vender o dobro. Em 2009, segundo dados do setor, o mercado de chocolate deve crescer até 20% a 30%. Não há crise neste mercado”, ressalta José Roberto.

As opções nos supermercados e lojas especializadas são inúmeras: caixas de bombons, barras de chocolate, ovos e cestas enchem os olhos com as belas embalagens e os produtos dão ‘água na boca’. A presidenta da Associação das Donas de Casa e Consumidores (Adocon) de Tubarão, Reneuza Borba, alerta para alguns cuidados que devem ser tomados antes de comprar os ovos para presentear na Páscoa.
“O consumidor é o principal termômetro de vendas. Pelo que se tem ideia, houve uma variação grande no preço dos produtos, uma média de 10% a 12% de aumento. Antes de comprar, é essencial pesquisar, fazer uma lista do que precisa adquirir, verificar preços, ver quanto tem para gastar, evitar compras a prazo e não ser impulsionado apenas pela beleza das embalagens”, orienta Reneuza.

Outro fator importante está em observar o peso dos ovos de chocolate. Entre as marcas, os números são iguais, mas os pesos e preços diferentes. “Também é preciso evitar excesso de chocolates. Além de fazer mal ao bolso também faz à saúde. As ofertas são inúmeras, mas o consumidor tem que saber comprar, medir os prós e contras. É possível ter Páscoa sem ficar individado”, conclui Reneuza.