Tubarão
 
Uma pesquisa é realizada em Tubarão para traçar o perfil de saúde da população. Ao todo, serão avaliados 360 adultos entre 18 e 59 anos, previamente selecionados por sorteio. Já foram recrutadas aproximadamente 200 pessoas.
 
O trabalho é desenvolvido no Centro de Pesquisas Clínicas da Unisul e Hospital Nossa Senhora da Conceição, por estudantes e professores do curso de medicina da Unisul e profissionais do HNSC. A coordenação é dos professores da universidade Daisson José Trevisol e Fabiana Schuelter Trevisol.
 
São realizados exames de coleta de sangue, medidas de peso, altura e cintura, medida de pressão e eletrocardiograma. Além disso, os pacientes respondem a um questionário sobre hábitos de vida, padrão alimentar e histórico familiar de doenças. 
 
O objetivo do projeto é detectar problemas de saúde na população e propor ao poder público a intervenção da melhor maneira possível. “Com esse trabalho, vamos contribuir para que as ações na saúde sejam direcionadas”, defende Daisson, coordenador do Centro de Pesquisas Clínicas da Unisul e do HNSC.
 
Um dos acadêmicos que participa do trabalho é Fábio Sebold, que cursa o nono semestre de medicina. Ele pesquisa as alterações eletrocardiográficas. “O projeto também atua de maneira preventiva. Muitas pessoas podem descobrir problemas de saúde que não sabem que têm. Eu, por exemplo, ao fazer o exame, descobri que tenho uma alteração eletrocardiográfica”, conta o aluno.