Bertoldo Weber
Rio Fortuna

Ocorre hoje, às 11 horas, no centro de pastoral São Marcos, em Rio Fortuna, a assinatura da ordem de serviço à Eletrosul, para a construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Barra do Rio Chapéu, na divisa do município com Santa Rosa de Lima. O investimento será de R$ 80 milhões e a previsão é que a obra esteja concluída até 2010. A PCH será uma hidrelétrica praticamente sem reservatório e irá gerar energia suficiente para iluminar uma cidade com 110 mil habitantes.

A obra abrirá cerca de 350 empregos diretos e outros 200 indiretos, aproximadamente. A energia será transmitida por meio de uma linha de transmissão de 69 KV, com 17 quilômetros, que se conectará à subestação em Braço do Norte.

A hidrelétrica já obteve a licença ambiental provisória (LAP) e a licença ambiental de instalação (LAI), bem como a aprovação dos projetos e estudos arqueológicos.

Com a assinatura da ordem de serviço, têm início as obras civis e, paralelamente, as diversas atividades ambientais previstas, como o controle de processos erosivos, recuperação de áreas degradadas e monitoramento da qualidade da água. A PCH Barra do Rio Chapéu é a primeira obra na área de geração de energia que a Eletrosul inicia em Santa Catarina após a privatização da empresa, em 1998.

É a primeira das dez PCHs a serem construídas no estado. Juntas, as hidrelétricas terão potência de 141,5 mega watts e somarão R$ 700 milhões em investimentos. A solenidade de assinatura da ordem de serviço contará com a participação da diretoria da empresa, da presidenta do Fórum Parlamentar Catarinense, da senadora Ideli Salvatti (PT) e demais autoridades municipais, regionais e estaduais.