O delegado Mamede Xavier, do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, informou que o corpo achado neste sábado (15), em Ribeirão (PE), é da menina Maria Islaine Dantas da Silva, de 10 anos. A criança foi raptada pelo padrasto na última segunda-feira (10).

 

O rapto ocorreu dois dias após o casal ter decidido se separar. O padrasto de Maria também foi encontrado morto na última quinta-feira. A polícia acredita que José Carlos da Silva, de 41 anos, tenha cometido suicídio. 

De acordo com o G1, a família esteve no Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife, para fazer o reconhecimento do corpo da menina, que estava em estado avançado de putrefação. Os parentes identificaram a vítima pela unha de um dos dedos do pé, que tinha uma borboleta azul pintada.

Xavier informou ainda que vai finalizar o inquérito sobre o caso e enviar os arquivos ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE). “Mesmo com os dois estando mortos, vamos encerrar o caso. É uma tristeza acompanhar o sofrimento da mãe da criança, que não come nem dorme desde o sumiço dela”, afirmou.