Tubarão

Os trabalhos de montagem do canteiro de obras para a construção da passarela de concreto em frente à Unisul foram iniciados ontem. Uma máquina retroescavadeira fez a limpeza de todo o espaço entre a calçada o rio na margem direita, tarefa que será repetida nos próximos dias na margem oposta.

 A empresa Araújo Construções, de Criciúma, montou há alguns dias o primeiro contêiner para depósito de materiais e ferramentas. Concluída a limpeza da margem do Rio Tubarão, será feita a descarga de pedras de detonação que irão permitir a passagem de guindastes e outros equipamentos pesados.

 Os procedimentos podem levar mais tempo na margem esquerda, onde a inclinação é mais acentuada. Assim que os espaços estiverem devidamente preparados, os engenheiros farão as medições topográficas para depois iniciar a colocação das primeiras estacas.

 A passarela de concreto terá um custo de R$ 3.659.894,63 – o município tem assegurado para a obra cerca de R$ 700 mil, viabilizado pela Defesa Civil Nacional no início de 2017. O prazo de conclusão dos trabalhos é de dez meses.

 A travessia de concreto armado pretendido terá cerca de quatro metros de largura – dois metros livres para a ciclofaixa e 1,5 metro livre para os pedestres e cadeirantes. A passarela ficará apoiada sobre quatro colunas, além das duas colunas nas cabeceiras. O projeto prevê, ainda, a instalação de todo o sistema de iluminação.