A passarela de concreto Ângelo Antônio Zaboti foi alvo de duas situações de vandalismo. Duas metálicas de proteção foram entortadas e cartazes de anúncio de venda de veículos e de imóveis foram fixados em um poste de iluminação da travessia.

No caso das grades é possível que o ato de vandalismo tenha sido causado por uma tentativa de furto malsucedida. Os danos ocorreram na estrutura próxima da margem direita e ao alcance de uma das câmeras de vigilância instaladas na passarela.

O secretário de Urbanismo Edson da Silva Júnior já solicitou à secretaria de Segurança, Trânsito e Patrimônio as imagens captadas para consolidar como prova no Boletim de Ocorrência (BO), na Polícia Civil, por ato de vandalismo.

A prefeitura também entrou em contato com a proprietária do telefone que estava no anúncio dos cartazes de venda de veículos e de imóveis. Ela disse ter sido contratada para esse trabalho e descartou voltar à passarela para a remoção dos anúncios e limpeza do local, mas receberá uma multa de acordo com o departamento de Fiscalização de Obras e Posturas do município.

Assim que identificados, todos os responsáveis pelas situações sofrerão as sanções legais previstas em lei.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Governo de Tubarão