Zahyra Mattar
Tubarão

No que depende das bases do Partido Progressista na Amurel, o ex-deputado federal Hugo Biel é o candidato ao governo do estado na eleição do próximo ano. Na manhã de sábado, quando houve uma reunião da sigla, em Tubarão, para a criação de um diretório microrregional, Biel foi oficialmente lançado como pré-candidato ao governo do estado. Já tem o apoio de diretórios do oeste e do norte catarinense. “Outros nomes devem ser analisados. Precisamos mudar a política de que o diretório estadual decide. As bases precisam ter voz e é isso que vamos priorizar nestes eleições”, observou o pré-candidato do PP.

Conciliador, Biel também pincelou a maneira como pretende governar. Ele anunciou que as secretarias de desenvolvimento regionais não serão extintas, caso eleito. “A essência da descentralização foi compreendida. O que tem que acabar é o empreguismo que reina nas SDRs. A descentralização precisa estar ligada aos municípios, não o contrário, como ocorre. No nosso futuro governo, as cidades não irão para Florianópolis (sede do governo do estado) pedir, irão à capital governar”, explanou.
O secretário nacional de saneamento ambiental do Ministério das Cidades, Leodegar Tiskoski, também aproveitou o encontro para lançar a sua candidatura à câmara federal. Em 2006, ele tentou a vaga e perdeu. “Ser suplente não é bom. A gente sempre está de olho no titular. Precisamos recuperar este mandato (o governo estado), que desta vez será do sul”, brandou Tiskoski.

Além destas surpresas, o encontro progressista também ocorreu para efetivar reformulações. A sigla está absolutamente obstinada no que diz respeito a conquistar o governo catarinense, do qual está fora há oito anos. Daí a criação do diretório microrregional. O mesmo será feito em outras regiões do estado. Na Amurel, o novo diretório ficará sob a guarda do prefeito de Treze de Maio, Arilton Francisconi Candido, o Xela.