As apresentações de dança com o espetáculo ‘O Quebra Nozes’, pela Cia de Dança Encantos do Sul, Vivance Estúdio do Corpo e Cia Jovem da Fundação Cultural de Içara encerram as atividades de 2019 promovidas pelo Parque Ambiental Encantos do Sul.

O evento inicia às 20h30 desta terça-feira (17). Tem duração prevista de 90 minutos e é direcionado aos pais e familiares dos alunos. O coordenador de projetos Marcos Nunes diz que o evento encerra as atividades de dança do Parque, em paralelo com grupos e Cias convidadas. “Todos são alunos de dança e desenvolvem atividades do gênero”, detalha.

A entrada será 1 kg de alimento não perecível e espera-se um público de aproximadamente 400 pessoas assistam a apresentação. Vale lembrar que o evento é uma iniciativa da Associação Jorge Lacerda e do Ministério da Cidadania, viabilizados através da Lei de Incentivo a Cultura, com patrocínio da Engie Brasil Energia, Tecmesul e Empresas Prolincon.

Sobre as atividades

As atividades no próximo ano terão início na segunda semana de fevereiro. Jovens entre 7 e 17 anos fazem parte do projeto que é oferecido gratuitamente. “Para o próximo ano, reformulamos nossas oficinas e ampliamos o atendimento, passando de 136 alunos para 308 matriculados”, ressalta Marcos.

Entre as atividades estão aulas de violão popular, teatro, dança, ballet e música erudita. O programa Guarda Ambiental também terá início em fevereiro. “Já os eventos iniciam em março junto com o Encantos do Meio Ambiente, programa de visitas voltado ao ensino prático de atividades sustentáveis e ambientais”, pontua o coordenador.

“As aulas são realizadas aqui no espaço, e tem como foco a disciplina e formação cultural. O diferencial é a temática. Até então as atividades citadas são culturais e estas com a temática ambiental”, explica.

Ainda há vagas

Os interessados em participar de alguma atividade podem procurar o Parque para preencher a ficha de inscrição com informações básicas do interessado, como endereço e escola, estando munido de documentos pessoais. “A única exigência é estar matriculado na rede de ensino fundamental, médio ou técnico e ter entre 7 e 17 anos”, finaliza.