Alunos da oficina de dança do Parque Ambiental Encantos do Sul, conduzida pelo professor Alex Sander Martins, conquistaram 16 vagas para a edição 2022 do Festival Internacional de Dança de Joinville (SC), que ocorre em julho. Três destas vagas são para o palco competitivo, portanto, inéditas para o Parque Ambiental, que já havia participado do Festival na edição de 2021, mas no palco aberto.

Das três coreografias para o palco competitivo, duas já estão asseguradas e uma em fase de segunda chamada. As demais coreografias classificadas são para o palco aberto que, do ponto de vista classificatório tem um grau de dificuldade um pouco menor do que o do palco competitivo, mas mesmo assim, muito concorrido, tanto que reuniu mais de 4 mil dançarinos em busca da classificação.

As coreografias classificadas envolvem alunos dos 9 aos 16 anos. A análise para a fase classificatória do Festival é feita por meio de vídeos das coreografias, enviados para a coordenação do evento. “É motivo de orgulho para mim, enquanto professor, para os dançarinos, pais, Parque Ambiental e para Capivari de Baixo, que conquista mais um feito inédito e histórico para o município”, avalia Alex Martins.

Dança (ballet e jazz) é uma das oficinas oferecidas gratuitamente à população regional pelo Parque Ambiental, graças às leis de incentivo à cultura, com patrocínio da Diamante Geração de Energia. As outras são de música clássica (violino e violoncelo), teatro, violão e dança de salão.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Parque Ambiental