O Parque Ambiental Encantos do Sul comunica que desde o dia 31 de outubro está recebendo inscrições para as oficinas de 2020. São oficinas de música (instrumentos de corda e sopro), dança (balé e jazz) e teatro. O projeto é beneficiado pela Lei de Incentivo à Cultura e, portanto, as oficinas são ofertadas gratuitamente aos interessados.

Em 2019, cerca de 200 alunos foram beneficiados. As rematrículas destes alunos já foram feitas. Nesta semana, o Parque reuniu pais e alunos no teatro do Centro de Cultura e Sustentabilidade para explicar reformulações que a administração do Parque preparou para as oficinas a partir de 2020. As mudanças valerão para os alunos rematriculados e para os novos alunos.

Entre as mudanças estão: turmas com no máximo 15 alunos; três módulos de ensino anual; material de estudo complementar; certificado com banco de horas; audições gravadas e disponibilizadas aos alunos; sistema de pontuação e premiação; e acesso biométrico, medida adotada neste ano para avaliação.

As oficinas estão abertas a crianças a partir dos 7 anos de idade até a adolescentes de 17 anos. Alunos do município de Capivari de Baixo que fizeram a rematrícula até domingo (1) receberam no mesmo ato uma ficha de inscrição para as oficinas do Parque Ambiental. Os alunos novos da rede municipal cujo período de inscrição será entre 4 e 8 de novembro também receberão as fichas de inscrição concomitantemente.

Já outros interessados poderão fazer as inscrições diretamente na recepção do Parque, de segunda a sexta-feira, em horário comercial. Somente pais ou os responsáveis poderão fazer as inscrições. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3623-2460.

 

Sobre as oficinas

Na oficina de violão o objetivo é levar aos alunos a partir dos 8 anos de idade o aprendizado do violão popular e introduzi-los ao violão clássico, obedecendo todas as etapas do aprendizado e respeitando as diferenças de evolução dos alunos.

As oficinas de dança e balé são voltadas para crianças e adolescente de 7 aos 17 anos de idade. A instrutora trabalha os mais diferentes fundamentos, próprios da modalidade, entre os quais, aquecimento, alongamento, flexibilidade, resistência e tônus muscular, boa postura, conhecimento e prática das modalidades de ballet clássico e jazz, musicalidade, ritmo, lateralidade, noção espacial, conhecimento básico do corpo humano, relaxamento, entre outros.

Nas oficinas de violino e piano o professor trabalha questões típicas da área como postura instrumental em pé e sentados, escala padrão 1ª posição, sincronismo de arcos, técnica de condução e aplicação do tempo, iniciação em musicalização com composições infantis e populares, iniciação ao livro Suzuki, volumes 1 ao 5, técnicas de expressão, repertório progressivo, entre outros.

A proposta da oficina de teatro é de proporcionar ao aluno a oportunidade de conhecer e aperfeiçoar seus talentos, investigando o espaço cênico, a pesquisa do movimento corporal nesse espaço, a expressão vocal e rítmica do aluno-ator. Os participantes são orientados de forma coletiva e individual. O resultado das atividades das turmas é mostrado em montagens teatrais. As apresentações servem como aplicação do conhecimento e estímulo para a experiência do teatro. É incentivado o compromisso dos alunos com a programação cultural na região, para a educação dos mesmos e para formação de plateia.