A mulher de 52 anos do Distrito Federal que teve resultado positivo em um teste para o novo coronavírus está em estado grave e respira com a ajuda de aparelhos, informou neste sábado (7) a Secretaria de Estado de Saúde.

Em boletim divulgado, pela manhã, o órgão explica que a mulher “apresenta síndrome respiratória aguda severa, em função de doença crônica preexistente”, mas não detalhou qual seria doença. A paciente segue internada em isolamento na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte e está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar.

O resultado da contraprova para a presença do Covid-19 ainda é aguardado. As amostras estão em análise no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. A mulher esteve em viagem no Reino Unido e na Suíça e começou a apresentar sintomas em 26 de fevereiro. 

Com sintomas de febre, tosse e secreções, ela foi atendida na quarta-feira (4), no Hospital Daher, no Lago Sul. Na quinta, um exame feito no hospital deu positivo para o vírus e ela foi transferida ao HRAN – a unidade está na lista de locais de referência do DF para tratamento da doença.