A gestão pública também pode ser inovadora nos seus processos. Prova disso são os três finalistas do Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer, realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc). As prefeituras de Joinville e Luzerna e o Centro Integrado de Gerenciamento de Risco e Desastres (Cigerd) da Defesa Civil de Santa Catarina estão na disputa pelo primeiro lugar na categoria Governo Inovador. 

O resultado final será divulgado nesta quarta-feira (19), a partir das 18h30, no auditório da Acate em Florianópolis. Para contribuir na gestão das 2 mil ruas e os 19 mil trechos da cidade, a Prefeitura de Joinville elaborou o Smart Mobility para ajudar nas intervenções urbanas. Com isso, foram criadas cinco etapas para melhorar as intervenções de mobilidade urbana. 

O processo começa com o diagnóstico e o que deve ser priorizado, em seguida a estimativa de demanda, passa para simulação, depois uma análise de cenário para enfim medir os resultados. Com essa estratégia, a tomada de decisão, que antes não tinha muitos dados e que era pautada apenas na experiência dos técnicos, melhora e se torna mais eficiente.

Outro destaque é o trabalho realizado pela Prefeitura de Luzerna, que lançou o programa “Educação para o Mundo do Trabalho” em parceria com o Instituto Federal Catarinense para preparar os alunos para o empreendedorismo. 

O resultado dessa ação foi a criação da Incubadora Tecnológica de Luzerna que hoje abriga 30 startups nas áreas de saúde, agroindústria, automação e energias renováveis. Hoje é a cidade com maior número de startups por habitante, superando inclusive Florianópolis.

O Governo do Estado está representado pelo Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd) da Defesa Civil. O centro tem como objetivo facilitar e apoiar o gerenciamento de riscos e desastres. O espaço está disponível para diferentes organizações e secretarias que atuarão para solucionar algum problema ou mesmo para dar suporte à Defesa Civil. 

A unidade é parte de uma nova proposta com uma estrutura central em Florianópolis e mais 20 regionais. A estrutura principal conta com centro de operações, heliponto, auditório, centro de monitoramento com imagens via satélite, processamento de dados e central de logística.

Os três projetos públicos estão entre os 124 inscritos nessa edição do prêmio. Destes, 30 foram selecionados como finalistas em 11 categorias. Confira todos que estão concorrendo no site http://bit.ly/PrêmioStemmer

Saiba mais

O Prêmio Inovação Catarinense – Professor Caspar Erich Stemmer foi criado em 2008 para reconhecer e dar visibilidade a pessoas e instituições que desenvolvem conhecimento científico e tecnológico. São destacados esforços em inovação, em desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços, além de iniciativas que contribuem para o desenvolvimento econômico, social e ambiental.